Agência CEBDS
15/10/2019 17:16

ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS DE 24 PAÍSES ASSUMEM COMPROMISSO PARA PROTEGER A BIODIVERSIDADE GLOBAL


Lisboa, 15 de outubro de 2019 – Lideranças de organizações empresariais de 24 países parceiras do World Business Council for Sustainable Development (WBCSD) – que juntas representam cerca de 2.000 empresas – lançaram hoje a Declaração de Lisboa, uma iniciativa conjunta para apoiar ações de negócios e compromissos, em escala, para endereçar os desafios enfrentados atualmente pela biodiversidade. O lançamento aconteceu durante a reunião anual do WBCSD, em Lisboa.



Uma voz forte dos negócios é fundamental para impulsionar a mudança necessária em nível global. Essas organizações empresariais se comprometem a trabalhar com suas empresas associadas para desenvolver ações concretas e com prazo determinado para produzir um impacto real na preservação da biodiversidade em nível local. A iniciativa Act4Nature servirá de inspiração importante para cada compromisso local: foi lançada pela EpE (também signatária da Declaração de Lisboa) na França, em junho de 2018, e assinada por 65 empresas.



O setor empresarial brasileiro, liderado pelo CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável), também elaborou seu próprio compromisso a ser lançado no dia 29 de outubro no Rio de Janeiro. “As empresas brasileiras estão assumindo a liderança para promover a mensagem de que a conservação da biodiversidade e seu uso sustentável estão intrinsecamente ligados ao desenvolvimento econômico de nosso país megadiverso. A Declaracão de Lisboa está nos colocando nesse caminho, reunindo o que é necessário para conter a perda de biodiversidade em escala global”, disse Marina Grossi, presidente do CEBDS.



A maioria dos conselhos signatários se unirá também à Business for Nature, coalizão global que unificará e simplificará as principais vozes do setor empresarial relacionadas à Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB) COP 15 no ano que vem, na China, por meio de retornos dedicados sobre as recomendações das empresas locais para contribuir de forma construtiva para o debate politico e trazer suas perspectivas com visão de futuro sobre as mudanças necessárias para enfrentar as crises da natureza. Os signatários também se basearão na expectativa crescente de que a CDB COP 15 alcançará um acordo global sobre a natureza, assim como a COP 21 da United Nations Framework Convention on Climate Change (UNFCCC) fez pelo clima com o Acordo de Paris. Essa coalizão global organizada pelo WBCSD reúne organizações influentes, como o Fórum Econômico Global, WWF, We Mean Business, Natural Capital Coalition, International Union for Conservation of Nature (IUCN), International Chamber of Commerce (ICC), World Resources Institute e outras.



“A Declaração de Lisboa é um compromisso de muitos parceiros da Rede Global do WBCSD de aproveitar a oportunidade de fazer de 2020 um ponto de virada para a biodiversidade e aprimorar o papel crítico que o capital natural deve desempenhar para alcançar sociedades e economias verdadeiramente sustentáveis”, disse João Wengorovius Meneses, secretário geral do BCSD Portugal.



“A iniciativa Act4nature foi lançada na França para destacar a natureza na agenda dos CEOs. É fantástico que os membros da Rede Global do WBCSD mobilizem seus associados para a preservação da natureza.  O movimento está lançado, vamos amplia-lo e divulga-lo amplamente. A Declaração de Lisboa é um passo fundamentel nessa direção”, afirmou Claire Tutenuit, Representante Geral da EpE (Entreprises pour l'Environnement).



“A Declaração de Lisboa catalisará ações empresariais ousadas sobre a natureza e a biodiversidade em todo o mundo. Essa colaboração global é essencial para amplificar uma voz empresarial unida e impactante em 2020 e nos anos seguintes”, disse Eva Zabey, Diretora Executiva da Business for Nature.



“Dia após dia, a Rede Global do WBCSD avança em soluções, advocacy e esforços para aumentar a conscientização em todo o mundo. A Declaração de Lisboa é o mais recente exemplo de liderança local que traduzirá necessidades e ambições globais em ações de negócios voltadas para desafios de sustentabilidade, incluindo a biodiversidade e a natureza”, afirmou Filippo Veglio, Managing Director, People and Outreach do WBCSD.



As organizações signatárias de 24 países – Argentina, Austrália, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Finlândia, França, Grécia, Guatemala, Estados Unidos, Honduras, Hungria, Irlanda, México, Holanda, Panamá, Peru, Polônia, Portugal, Espanha, Suíça e Ucrânia – representam  cerca de 2.000 empresas,  que empregam mais de seis milhões de pessoas.



O lançamento do documento aconteceu em Lisboa, durante a Reunião do Conselho do WBCSD, um evento anual para membros e parceiros que reúne mais de 400 líderes de negócios e sustentabilidade, bem como Conselhos Empresariais de todo o mundo que representam a Rede Global do WBCSD.



SOBRE O CEBDS



O Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) é uma associação civil sem fins lucrativos que promove o desenvolvimento sustentável por meio da articulação junto aos governos e a sociedade civil, além de divulgar os conceitos e práticas mais atuais do tema. Fundado em 1997, reúne cerca de 60 dos maiores grupos empresariais do país, responsáveis por mais de 1 milhão de empregos diretos. Representa no Brasil a rede do World Business Council for Sustainable Development (WBCSD), que conta com quase 60 conselhos nacionais e regionais em 36 países e de 22 setores industriais, além de 200 grupos empresariais que atuam em todos os continentes. Mais informações: https://cebds.org/

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos