Agência CEBDS
04/03/2019 08:00

PHILIP MORRIS BRASIL CELEBRA PARCERIA COM A EMBRAPA PARA A CONTINUIDADE DO PROJETO QUINTAIS ORGÂNICOS DE FRUTAS


A Philip Morris Brasil (PMB) assinou a renovação do contrato de parceria técnica especializada com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa/Clima Temperado), para a continuidade do Projeto Quintais Orgânicos de Frutas, na Região Sul do Brasil.


Rio de Janeiro, abril 2019 - A assinatura oconteceu no estande da Embrapa, durante a Expoagro Afubra, no mês de março. Compareceram os representantes das instituições parceiras: a reitora da Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC), Carmem Lúcia Helfer, do secretário nacional de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Fernando Schawnke, do chefe-geral da Embrapa Clima Temperado, Clenio Pillon, e do diretor de Tabacos para as Américas da Philip Morris International, Pedro Braga.


O primeiro ano de apoio exclusivo da PMB ao projeto permitiu a implantação dos quintais em mais de 65 pequenas propriedades rurais. O objetivo dessa iniciativa é promover a geração de renda, saúde, diversificação da matriz produtiva e contribuir com a sustentabilidade econômica, social e ambiental de seus beneficiários.


"A renovação dessa parceria com a Embrapa reforça nosso comprometimento com a sustentabilidade da agricultura familiar no Brasil, principalmente no que tange às novas opções de cultivo na propriedade, trazendo uma contribuição relevante para as famílias de produtores de tabaco da Região Sul do Brasil", afirma Pedro Braga, diretor de Tabaco para as Américas da Philip Morris Brasil.


Entre os beneficiados do primeiro ciclo da parceria firmada entre a Philip Morris Brasil (PMB) e a Embrapa, estão os alunos das Escolas Família Agrícola do Rio Grande do Sul, entre as quais as de Santa Cruz do Sul (Efasc) e do Vale do Sol (Efasol). Ambas as escolas também contam com o apoio da PMB por meio do financiamento de bolsas de estudo e melhorias das instalações e condições de ensino oferecidas.


O Projeto Quintais Orgânicos de Frutas privilegia os princípios da produção agrícola de base ecológica, abordando questões culturais, étnicas, ambientais, alimentares, econômicas e medicinais.


Para a composição dos quintais, são adotadas cinco plantas frutíferas, provenientes de um conjunto de 20 espécies, que incluem: pêssego, figo, laranja, amora-preta, cereja-do-rio-grande, araçá amarelo, araçá vermelho, goiaba, caqui, pitanga, romã, tangerina, limão, guabiju, araticum, uvaia, videira, jabuticaba, guabiroba e butiá, selecionadas em função de suas características nutricionais e funcionais.


A partir de 2018, além das espécies frutíferas, do feijão, milho, três cultivares de batata doce e a espécie forrageira BRS Kurumi, foram também incluídas doze espécies de plantas medicinais, totalizando 38 produtos cultivados no interior de cada quintal.


Saúde e geração de renda familiar


O Projeto Quintais Orgânicos de Frutas foi selecionado para compor a Plataforma de Boas Práticas para o Desenvolvimento Sustentável, que faz parte do programa de cooperação com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), intitulado Programa de Cooperação Internacional Brasil-FAO. Essa iniciativa busca compartilhar experiências exitosas relativas ao desenvolvimento humano aliado ao desenvolvimento social, ambiental e econômico.


Os responsáveis pelas propriedades onde os quintais são plantados, além de receberem as mudas, sementes e fertilizantes, contam com capacitação sobre adubação, irrigação, controle de pragas, poda e outros conhecimentos necessários para uma produção satisfatória. As espécies escolhidas frutificam durante todo ano, podendo ser utilizadas tanto para o consumo familiar quanto para a comercialização do excedente in natura ou processado.


Para agregar valor aos produtos comercializados pelos produtores, os técnicos também fornecem orientação sobre as diversas formas de processamento, de acordo com as espécies cultivadas, como geleias, doces, sucos e outros, para aumentar a renda familiar.


Desde 2004, quando o Projeto Quintais Orgânicos de Frutas nasceu, já foram implantadas 2.102 unidades, que beneficiaram diretamente 68.838 pessoas.


Sobre a Philip Morris Brasil


Afiliada da Philip Morris International (PMI), líder no mercado de tabaco, dedicada à fabricação e venda de cigarros, produtos de aquecimento de tabaco, dispositivos e acessórios eletrônicos, a Philip Morris Brasil atua no País desde 1973. A companhia está liderando uma transformação no setor para criar um futuro sem fumaça, substituindo os cigarros por alternativas sem fumaça que, embora não sejam isentas de riscos, são uma escolha muito melhor do que continuar fumando. Com áreas multidisciplinares em desenvolvimento, instalações de última geração e comprovação científica, a PMI visa garantir que seus produtos sem fumaça atendam às preferências dos consumidores adultos e aos rigorosos requisitos regulatórios, para benefício da sociedade, da empresa e de seus acionistas. O novo portfólio da PMI inclui tabaco aquecido e e-cigs que contém nicotina. A PMI estima que, em 31 de dezembro de 2018, aproximadamente 6,6 milhões de adultos fumantes em todo o mundo já tenham parado de fumar e migrado para o uso de seu produto de tabaco aquecido, IQOS, que atualmente está disponível para venda em 44 mercados. Para mais informações, acesse os sites da PMI, PMIScience e www.pmi.com/markets/brazil/pt/science-and-innovation.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos