Agência Futebol Brasil
27/07/2018 16:53

Seleção Sub-15 conclui semana de treinos com estreantes nascidos em 2004


Eles têm apenas 14 anos. Não viram a última conquista do Brasil em uma Copa do Mundo, mas já nutrem o sonho de um dia dar sequência a um legado singular no futebol mundial. Frutos da geração nascida em 2004, 23 jovens jogadores sentiram, pela primeira vez, a responsabilidade de uma convocação para a Seleção Brasileira. Nesta sexta-feira (27), o grupo venceu o jogo-treino contra a equipe Sub-15 do Botafogo por 2 a 0, com gols de Matheus Matias e Bruno Cheron.
A atividade marcou o encerramento de uma semana de treinos sob o comando do treinador do time Sub-15 do Brasil, João Victor Gomes, que começou na última segunda-feira (23), na Granja Comary. Esta é a primeira etapa de um processo de integração entre as categorias de base e a equipe profissional, que possibilita o compartilhamento dos mesmos espaços, conteúdos técnicos, tecnologias usados pela comissão técnica do treinador Tite, como o Centro de Excelência de Futebol, inaugurado antes da Copa do Mundo Rússia 2018 e que serviu de preparação para o grupo principal.
– Nós focamos nos conteúdos técnicos associados às avaliações médicas e físicas necessárias para esse primeiro período de convocação. Tivemos uma resposta boa dos meninos na assimilação dos conteúdos. Eles chegaram com um entendimento do jogo muito bom, isso facilita e agiliza o nosso trabalho dentro da seleção – disse o treinador.
A semana de trabalho na Granja foi o primeiro passo do processo de preparação para o Sul-Americano da categoria, que será realizado no segundo semestre de 2019. A competição será disputada por essa geração 2004. João Victor convocou apenas jogadores com 14 anos completados, ou seja, já com contratos de formação com seus clubes de origem.
– É uma geração muito talentosa, competitiva, características que nos agradam muito. Por ser a primeira convocação, eles mostraram níveis de envolvimento e entendimento do jogo grandes, além de valores sociais, culturais e humanos que nos deixam muito satisfeitos – destaca João Victor.
Autor de um dos gols do Brasil no jogo treino desta sexta, o meio campista Bruno Cheron, do Grêmio, disse que a estrutura da Granja Comary foi o que mais o marcou durante os primeiros dias como jogador da Seleção Brasileira. O menino acredita que só o esforço e o trabalho podem o manter no grupo que representa o país.
– Jogador tem que trabalhar. Ele pode ser bom tecnicamente, mas se ele não tiver comprometimento, não chegará a lugar nenhum. Ele pode ser bom individualmente, mas sempre vai precisar do coletivo para se manter competitivo.
Observação pelo Brasil
Para elaborar a primeira lista desta geração - já houve convocação Sub-15 em 2018, mas com atletas nascidos em 2003 - Paulo Victor e os observadores da CBF acompanharam sete competições 'in loco'. O total de jogos assistidos foi de 80 (63 no local e 17 em vídeo). No fim, após analisar 91 atletas, a lista foi fechada com 23 nomes. 

MAIS NOTÍCIAS

Agência Futebol Brasil
24/07/2018 13:18
Agência Futebol Brasil
20/07/2018 12:49
Agência Futebol Brasil
17/07/2018 15:14
Agência Futebol Brasil
11/07/2018 11:25

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos