Agronegócios
27/11/2017 14:15

Summit/Agronegócio/Embrapa: vivemos um dilúvio de informação na agricultura


São Paulo, 27/11/2017 - O chefe-geral da Embrapa Monitoramento por Satélite, Evaristo Eduardo de Miranda, de Campinas (SP), afirmou, há pouco, que o mundo vive um "dilúvio" de informações na agricultura e que o desafio, agora, é selecionar os dados mais relevantes e que podem de fato colaborar com avanços e ganhos de produtividade. “O grande desafio é captar dados importantes e produzir tecnologia com resultado”, disse ele durante a abertura do painel Agrotech: Tecnologia e resultados, no Summit Agronegócio 2017, realizado em São Paulo. “Precisamos da capacidade de analisar informação na área rural e oferecer soluções”, disse.

Ele retomou a discussão sobre o fato de o Brasil ser um país com uma vasta área verde preservada, onde os agricultores e pecuaristas colaboram com esta sustentabilidade. “A agricultura brasileira tem essa particularidade, usa metade da área, a outra, preserva”, disse.

Miranda citou novamente dado apresentado mais cedo pelo ministro da Agricultura em Exercício, Eumar Novacki, de que 66,3% das áreas do País são de cobertura verde. “Há uma quantidade enorme de áreas preservadas dentro da agricultura”, disse.

Sobre o uso de tecnologia no setor, Miranda afirmou que sistemas autônomos estão chegando à agricultura e que a indústria de máquinas “ganha muito dinheiro com informação da internet das coisas”. (Leticia Pakulski - leticia.pakulski@estadao.com; Camila Turtelli - camila.turtelli@estadao.com; Nayara Figueiredo - nayara.figueiredo@estadao.com)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos