Agronegócios
26/11/2020 13:42

Safra 2020/21: Deral reduz previsões para safras de soja e milho do Paraná


Por Leticia Pakulski

São Paulo, 26/11/2020 - O Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Agricultura do Paraná, reduziu nesta quinta-feira a sua previsão para a produção de soja da safra 2020/21 do Paraná para 20,467 milhões de toneladas, ante 20,498 milhões de toneladas previstas no mês passado. A projeção de área plantada aumentou de 5,557 milhões para 5,559 milhões de hectares, enquanto a perspectiva de rendimento caiu para 3.681 quilos por hectare, ante 3.688 quilos por hectare previstos em outubro. O Deral também ajustou de 20,752 milhões para 20,751 milhões de toneladas a estimativa para a safra 2019/20. A comercialização da safra 2019/20 se manteve em 97%, mesmo porcentual de outubro. Da safra 2020/21, 43% da produção está negociada, ante 40% um mês atrás.

Para o milho primeira safra de 2020/21, o Deral projetou colheita de 3,395 milhões de toneladas, ante 3,457 milhões de toneladas há um mês. A expectativa de área plantada foi reduzida de 360,4 mil para 355,5 mil hectares, enquanto a previsão de produtividade caiu de 9.595 quilos para 9.551 quilos por hectare. O Deral manteve a sua estimativa para a safra 2019/20 em 3,564 milhões de toneladas. O departamento indica que 100% da safra 2019/20 está negociada desde setembro. Da safra 2020/21, a comercialização passou de 14% para 16% da safra no último mês.

Segunda safra de 2019/20
O Deral também revisou estimativas para as culturas de inverno da safra 2019/20. Para o trigo, a estimativa para a safra 2019/20 foi reduzida de 3,127 milhões para 3,052 milhões de toneladas. O Deral cortou a previsão de produtividade de 2.798 quilos para 2.743 quilos por hectare, e a área plantada foi revisada para cima, de 1,117 milhão para 1,122 milhão de hectares. O porcentual de trigo já negociado atingiu 72%, ante 47% um mês atrás.

Para o milho segunda safra, a previsão de produção atual aumentou para 11,661 milhões de toneladas, ante 11,659 milhões de toneladas previstas em outubro. O Deral fez leve ajuste na projeção de área plantada, que passou de 2,2860 milhões para 2,2867 milhões de hectares, mas manteve a estimativa de rendimento em 5.100 quilos por hectare. O departamento estima que 80% do milho safrinha tenha sido negociado, aumento de 6 pontos porcentuais na comparação mensal.

Contato: leticia.pakulski@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos