Agronegócios
13/06/2018 10:27

CBOT: mercado de grãos tende a abrir em queda com correção


São Paulo, 13/06/2018 - Os futuros de grãos devem abrir em queda nesta quarta-feira na Bolsa de Chicago (CBOT), em meio a um movimento de correção técnica de posições compradas. Ontem, o mercado encontrou fundamentos positivos tanto nas questões geopolíticas envolvendo o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, quanto nas estimativas do relatório de oferta e demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Agora, traders tendem a liquidar parte dos contratos.

O encontro presidencial em Cingapura, que reuniu os líderes norte-americano e norte-coreano nesta semana, terminou com um bom cenário, na avaliação da consultoria ARC Mercosul. Apesar da baixa correlação da Coreia do Norte com o mercado da soja, as consequências de um apaziguamento da Península Coreana, colocaria o fim a uma guerra em que os chineses têm intervindo há décadas. "Tal medida fortalece o reconhecimento chinês nas práticas de uma boa política de Trump, aumentando as possibilidades de uma retomada nas negociações comerciais favoráveis entre os EUA e a China", diz a consultoria em relatório.

Quanto aos dados do USDA, o órgão trouxe uma redução da produção da oleaginosa na Argentina, agora em 37 milhões de toneladas, e um aumento (um pouco acima do esperado) para a safra no Brasil, estimada em 119 milhões de toneladas. A ARC lembra que tais alterações já haviam sido precificadas pelo mercado.

No milho, houve corte nas expectativas de estoque do USDA, o que elevou os preços ontem e também pode provocar correção no pregão de hoje.

O USDA informou, ainda, que o país pode se beneficiar com os cortes na produção de trigo na Rússia e na União Europeia. Após a agência ter diminuído suas previsões em relação à produção de cereal naquele país e no bloco, analistas do governo avaliaram que as exportações dos Estados Unidos tendem a aumentar. Isso faz com que as cotações se mantenham elevadas em Chicago, mas com repiques de queda em algumas sessões.

No overnight, o vencimento julho da soja perdeu 9,75 cents (1,02%), a US$ 9,4425 por bushel. O milho para julho caiu 1,50 cent (0,40%), a US$ 3,76 por bushel, enquanto igual vencimento do trigo baixou 6 cents (1,12%), a US$ 5,2850 por bushel. (Nayara Figueiredo, nayara.figueiredo@estadao.com - com informações da Dow Jones Newswires)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos