Agronegócios
21/05/2021 19:49

Café/USDA: produção brasileira deve cair 19,5% em 2021, para 56,3 milhões de sacas


São Paulo, 21/05/2021 - A produção brasileira de café deve atingir 56,3 milhões de sacas de 60 kg neste ano, de acordo com o escritório de comércio agrícola do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em São Paulo. O volume representa queda de 19,5% ante a estimativa revisada do escritório para o ano anterior, de 69,9 milhões de sacas.

A produção de arábica deve diminuir 30%, para 35 milhões de sacas, disse o escritório, atribuindo a queda em parte ao ano de bienalidade negativa para a variedade. A poda dos pés de café também ficou acima da média após a safra recorde do ano passado, o que reduziu a área a ser colhida, segundo o escritório do USDA. "Além disso, as condições climáticas adversas afetaram notavelmente o resultado da produção em 2021", disse o USDA em relatório. "A seca persistente e as altas temperaturas nas principais regiões produtoras de café no segundo semestre de 2020 e nos primeiros meses de 2021 não apenas afetaram a floração e a frutificação, mas também o desenvolvimento/enchimento de grãos."

Quanto ao conilon, a produção deve alcançar 21,3 milhões de sacas, um aumento de 5,4% ante a temporada anterior. A alta esperada se deve aos bons volumes de chuvas nos principais Estados produtores e ao melhor uso de boas práticas de manejo, disse o escritório.

De acordo com o USDA, as exportações no ano comercial 2021/22 devem somar 35,22 milhões de sacas, sendo 32 milhões de sacas de café verde e 3,2 milhões de sacas de café solúvel. O volume total corresponde a uma queda de 21,8% ante a estimativa para 2020/21, de 45,03 milhões de sacas. O escritório disse que a expectativa de queda se deve à menor disponibilidade do produto.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: