Agronegócios
22/11/2017 12:26

CBOT: mercado de grãos deve abrir em alta; feriado amanhã reduz liquidez


Chicago, 22/11/2017 - Os futuros de soja, milho e trigo devem abrir a sessão desta quarta-feira com viés de alta na Bolsa de Chicago (CBOT). Os mercados se posicionam para o feriado de Ação de Graças, amanhã, que deve reduzir a liquidez das operações até o fim da semana. Na oleaginosa, a tendência positiva é mais consistente em virtude do risco de La Niña na América do Sul. Para os cereais, também há expectativa de elevação na abertura, porém, sem descartar oscilações ao longo da sessão.

Na soja, o mercado entrou em compasso de espera e tem volatilidade muito baixa, de acordo com o analista João Paulo Schaffer, da Agrinvest. Para ele, se o fenômeno La Niña se confirmar, pode haver uma reação nos preços, em meio à lembrança de que, em 2012, o evento climático causou perdas na Argentina e no Rio Grande do Sul. Contudo, se a La Niña acabar não acontecendo, a cotação tenderia a recuar. Schaffer destacou ainda que isso deve manter as atenções dos investidores, especialmente depois que a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês) elevou para até 75% a possibilidade de ocorrência do evento.

Sobre o milho, analistas continuam preocupados com a fraca demanda externa pelo grão norte-americano e a expectativa de uma produção volumosa nos Estados Unidos. Na atual temporada, as exportações do país estão em cerca de 6,6 milhões de toneladas, em comparação com 11,7 milhões de t em igual período do ciclo anterior. Entretanto, o cereal ainda se recupera de fortes perdas vistas na semana passada, ao passo que o avanço da colheita americana também pressionava as cotações.

Já o trigo tem os preços sustentados pela safra americana. Segundo o Departamento de Agricultura do país (USDA), 52% do cereal de inverno tinha condição boa ou excelente até o último domingo, uma piora de 2 pontos porcentuais ante a semana anterior. O enfraquecimento do dólar, que torna commodities produzidas nos EUA mais atraentes para estrangeiros, também deu suporte aos preços.

No overnight, a soja para janeiro ganhou 5,25 cents (0,53%), em US$ 9,9425 por bushel. Já o milho para dezembro subiu 0,25 cents (0,07%), a US$ 3,4525 por bushel, enquanto vencimento março do trigo avançou 0,50 cents (0,12%), a US$ 4,2425 por bushel. (Nayara Figueiredo - nayara.figueiredo@estadao.com; com Dow Jones Newswires)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos