Agronegócios
11/10/2021 08:37

Biodiesel: CNA pede que prazo para mudança nos leilões seja prorrogado


São Paulo, 11/10/2021 - O prazo para que a nova modalidade dos leilões de biodiesel entre em vigor, que hoje é 1º de janeiro de 2022, deve ser prorrogado, afirmou a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) em audiência pública virtual. Em nota, a entidade afirma que procura mais subsídios e informações sobre o modelo.

O presidente da Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas da CNA, Ricardo Arioli, afirmou: "Estamos aqui para defender que o prazo da mudança seja prorrogado para que possamos entender melhor os impactos diretos e indiretos que um novo modelo terá sobre os produtores de soja, algodão, girassol, óleo de palma e outras matérias-primas utilizadas na produção do biodiesel".

Segundo Ariolo, a industrialização da soja traz vantagens como a produção de óleo e farelo, que diminui os custos de produção de carne e o preço para o consumidor final. "Em Estados como Mato Grosso, o maior produtor nacional de soja e de carne de gado, não faz sentido trazermos óleo diesel para usarmos aqui, já que estamos sentados em um verdadeiro pré-sal de biocombustíveis. Mas o aumento da mistura de biodiesel ao diesel faz todo o sentido", disse.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos