Agronegócios
24/10/2018 10:28

CBOT: grãos tendem a abrir em queda com clima favorável no Meio-Oeste dos EUA


São Paulo, 24/10/2018 - Os contratos futuros de grãos devem começar o pregão operando no campo negativo nesta quarta-feira na Bolsa de Chicago (CBOT). O mercado acompanha as condições climáticas nos principais Estados produtores do meio-oeste americano. A empresa de meteorologia DTN prevê tempo seco e aberto, favorável à colheita dos grãos, no cinturão agrícola, para hoje e amanhã. A valorização do dólar ante as moedas estrangeiras desfavorece os preços das commodities cotadas na divisa norte-americana.

A soja deve abrir em queda. Traders monitoram os efeitos da paralisação dos caminhoneiros na Argentina, quanto ao volume de exportação de grãos do país. Entretanto, analistas ponderam que, com a quebra na safra doméstica, as vendas externas dos cereais argentinos já estão enfraquecidas. Na véspera, as cotações da oleaginosa fecharam com perdas. Movimento que deve continuar neste pregão. "O mercado agrícola em Chicago continua sem grandes oscilações, uma vez que não há novidade nos fundamentos, sem qualquer ameaça para o balanço entre oferta e demanda no curto prazo", avalia a consultoria AgResource Co., em relatório diário.

Já o milho também deve abrir em queda, puxado pelo recuo acentuado no petróleo. Na última sessão, o combustível acumulou perdas de mais de 4%. Hoje, o mercado deve manter a volatilidade, sem direção única. O enfraquecimento do petróleo pesa sobre as cotações do cereal porque diminui a competitividade relativa do etanol. Nos Estados Unidos (EUA), cerca de um terço da safra de milho é destinado ao processamento do biocombustível.

O trigo tende a abrir em recuo, acompanhando as perdas do milho. Os dois cereais são substitutos na ração animal e tendem a se movimentar na mesma direção. A previsão de chuvas para o sul das Grandes Planícies dos EUA pode limitar as perdas do cereal. O clima úmido deve atrasar o plantio na região, que é responsável por boa parte da safra de inverno do país.

No overnight, o vencimento janeiro da soja caiu 2,50 cents (0,29%), a US$ 8,6850 por bushel. O milho para dezembro recuou 1,25 Cent (0,34%), a US$ 3,6900 por bushel, enquanto igual vencimento do trigo caiu 2,75 cents (0,54%), a US$ 5,0625 por bushel. (Isadora Duarte, isadora.duarte@estadao.com, com informações da Dow Jones Newswires)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos