Agronegócios
10/10/2018 08:35

Café/OIC: excedente contribuiu para baixos preços na temporada 2017/18


Londres, 10/10/2018 - O excedente da produção de café de 2,58 milhões de sacas de 60 kg no ciclo 2017/2018, que se encerrou em setembro com um crescimento anual de 5,7% (164,81 milhões de sacas), contribuiu para os baixos preços nesta temporada, segundo a Organização Internacional do Café (OIC), que tem sede em Londres. Em relatório mensal divulgado pela instituição nesta manhã, o indicador composto da OIC caiu para 98,17 centavos de dólar por libra-peso em setembro de 2018, 4,1% menor do que em agosto de 2018 e também a média mensal mais baixa desde outubro de 2006, quando atingiu 95,53 centavos de dólar por libra-peso.

Em setembro, o indicador composto diário permaneceu abaixo de 100 centavos de dólar por libra-peso até o dia 28, quando atingiu a marca de 100,83 centavos de dólar por libra-peso. Em 18 de setembro, o preço composto diário bateu 95,87, o valor mais baixo do mês.

Os preços para todos os indicadores do grupo caíram pelo quarto mês consecutivo em setembro, de acordo com o documento. A maior queda ocorreu no preço médio do robusta, que registrou perda de 5%, para 76,70 centavos de dólar por libra-peso, seguido por uma baixa de 4,4%, para 99,87 centavos de dólar por libra-peso, dos "Naturais Brasileiros". "Ao contrário dos indicadores do grupo arábica, o indicador robusta experimentou níveis de preços baixos mais recentemente", comparou o relatório.

Entre março de 2009 e maio de 2010, o preço médio mensal do robusta foi menor do que em setembro de 2018, variando entre 67,25 centavos de dólar por libra-peso e 76,31 centavos de dólar por libra-peso. "No entanto, a média mensal dos 'Naturais Brasileiros' não caía abaixo de 100 centavos de dólar por libra-peso desde outubro de 2006, quando atingiu 99,23 centavos de dólar por libra-peso", recordou a OIC em seu documento mensal.

Os "Suaves Colombianos" caíram 3,3%, para 125,74 centavos de dólar por libra-peso, enquanto "Outros Suaves" recuaram 3,2%, para 121,18 centavos de dólar por libra-peso. A baixa mensal anterior para os "Suaves Colombianos" foi de 125,22 centavos de dólar por libra-peso em agosto de 2007 e para "Outros Suaves" foi de 117,63 centavos de dólar por libra-peso em julho de 2007.

Arbitragem
A média de arbitragem em setembro, medida nos mercados futuros de Nova York e Londres, caiu 3,8% a 34,80 centavos de dólar por libra-peso. Este foi o terceiro mês consecutivo de queda, como pontuou a Organização. "No entanto, a volatilidade intraday do preço indicativo composto da OIC aumentou 0,2 pontos percentuais, para 5,4%, em virtude dos aumentos na volatilidade intraday de todos os indicadores do grupo, exceto para os 'Naturais Brasileiros'", observou. (Célia Froufe, correspondente - celia.froufe@estadao.com)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos