Agronegócios
04/09/2017 11:55

China: Coreia do Norte deve respeitar resoluções do Conselho de Segurança da ONU


São Paulo, 04/09/2017 - O representante permanente da China na Organização das Nações Unidas, Liu Jieyi, afirmou nesta segunda-feira no Conselho de Segurança da ONU que a Coreia do Norte deve respeitar as resoluções do órgão. A declaração é dada após no domingo o regime de Pyongyang realizar um teste nuclear, desrespeitando resoluções anteriores do principal órgão da entidade internacional.

A China é a principal aliada da Coreia do Norte, mas também tem feito críticas ao programa nuclear e de mísseis do país. Ao mesmo tempo, a autoridade chinesa ressaltou que "nunca permitiremos o caos nem guerra na Península Coreana", em uma advertência contra o risco de uma eventual guerra na região, que poderia resultar em milhões de refugiados norte-coreanos seguindo para o território chinês.

O diplomata da China disse que defende simultaneamente a paz na região e também o fim da presença de armas nucleares na Península Coreana. Ao mesmo tempo, Pequim tem insistido na necessidade do diálogo para tratar do assunto.

Outros países, como o Reino Unido, mostraram-se mais céticos quanto à capacidade de avanços na diplomacia com o regime norte-coreano. O representante permanente do Reino Unido na ONU, Matthew Rycroft, disse na reunião do Conselho de Segurança sobre o teste nuclear norte-coreano que não há sinal de que Pyongyang deseja de fato negociar. (Gabriel Bueno da Costa - gabriel.costa@estadao.com)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos