Agronegócios
03/12/2020 11:20

MB Agro/José Carlos Hausknecht: PIB da Agropecuária no 3º Tri/20 veio dentro do esperado


Por Julliana Martins

São Paulo, 03/12/2020 - O desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) da Agropecuária no terceiro trimestre de 2020 veio em linha com o esperado, disse ao Broadcast Agro o sócio diretor da consultoria MB Agro, José Carlos Vannini Hausknecht. O PIB da agropecuária subiu 0,4% entre julho e setembro de 2020 ante igual período de 2019. Os dados foram divulgados na manhã desta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com o primeiro trimestre deste ano, o PIB da agropecuária caiu 0,5%. Dessa forma, o PIB do agro acumulou alta de 2,4% ante os primeiros nove meses de 2019.

De acordo com avaliação de Hausknecht, a alta na produção de café, em função da bienalidade positiva da commodity, puxou a alta do PIB. Em setembro, ele já havia projetado um crescimento decorrente da entrada do café no balanço. "A produção de café foi muito volumosa neste ano e a safra de cana-de-açúcar também ajudou neste trimestre por causa da antecipação a colheita, já que o tempo seco ajudou a colher mais rápido", disse.

Ele destacou que o cenário para a pecuária, contudo, não é tão positivo, dada a redução no número de abates. "Estamos em um período de queda no consumo de carne bovina, além do movimento de recomposição do rebanho, com oferta muito restrita."

A estimativa da consultoria para o PIB da agropecuária no acumulado de 2020 é de crescimento de cerca de 1%, ante estimativas de alta entre 1,2% e 1,5% informadas em setembro. Já para o 4º trimestre do ano, a projeção é de que haja estabilidade em relação ao verificado no ano passado, em virtude de questões sazonais, mas também por causa da acelerada colheita de cana e da situação da pecuária. "Nesses meses, normalmente já colhemos tudo e estamos plantando a próxima safra, então o que vai pesar mais vai ser o enfraquecimento da pecuária".

Para o ano que vem, as expectativas ainda estão incipientes, conforme Hausknecht. Isso porque as condições climáticas desfavoráveis, com o clima seco, podem prejudicar a produtividade e o tamanho das safras. "O potencial era de produção muito robusta, mas o clima não tem ajudado, então eu não acredito que o PIB terá um crescimento grande no 1º trimestre de 2021", concluiu.

Contato: Julliana.martins@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos