Agronegócios
12/08/2019 18:38

São Martinho registra lucro líquido de R$ 91,463 mi no 1TRI20, queda de 12% ante 1TRI19


Por: Gustavo Porto

Ribeirão Preto, 12/8/2019 - O Grupo São Martinho reportou lucro líquido de R$ 91,463 milhões no primeiro trimestre do ano-safra 2019/2020, encerrado em 30 de junho. O resultado é 12% menor do que o registrado em igual período da temporada 2018/2019, de R$ 103,959 milhões. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da companhia sucroenergética recuou 13,2% na mesma comparação trimestral, para R$ 348,383 milhões.

A receita líquida do Grupo São Martinho somou R$ 754,934 milhões no primeiro trimestre da safra, um recuo de 2,1%. O lucro caixa alcançou R$ 66,529 milhões no trimestre, queda de 57,8%. A dívida líquida consolidada recuou 3,6% entre abril e junho de 2019, para R$ 2,556 bilhões. A alavancagem do Grupo São Martinho, medida pela relação entre dívida líquida e Ebitda, cresceu 13,6%, de 1,41 vez para 1,61 vez, na mesma comparação.

Produção. A São Martinho relatou processamento de 9,042 milhões de toneladas de cana-de-açúcar no primeiro trimestre de 2019/2020. O volume foi 4,9% menor que o total de 9,508 milhões de toneladas moído em igual período de 2018/2019. A produção de açúcar ficou em 436 mil de toneladas, 7,3% acima do primeiro trimestre da safra passada. A oferta de etanol, de 382 milhões de litros, foi 21,5% inferior na mesma base de comparação. O mix de destino da cana para o etanol saiu de 66% para 59% entre os trimestres e, consequentemente, o de açúcar variou de 34% para 41%.

Segundo comunicado, a moagem foi menor no período por causa de chuvas em canaviais, que prejudicaram o início da colheita, mas melhoraram a produtividade em 11,9%. “Adicionalmente, parte de nosso canavial foi atingida pela geada que ocorreu no início de julho, conforme divulgado. Na primeira semana de agosto, encerramos a colheita de 100% dos hectares atingidos e, diferente da geada que ocorreu em 2016, não teremos impactos na moagem inicialmente projetada pela São Martinho”, informou.

Com isso, a São Martinho reforçou o guidance operacional divulgado anteriormente, no qual estimou uma moagem de aproximadamente 22 milhões de toneladas de cana na safra 2019/20, com crescimento de aproximadamente 5% no volume de produtos equivalentes sobre a safra passada, também em linha com os cenários de mix de produção do guidance.

A produção de energia cogerada e exportada no trimestre inicial de 2019/2020 ficou em 295 mil MWh, 9,6% inferior à do primeiro trimestre de 2018. A companhia realiza amanhã, às 15 horas (Brasília), teleconferência sobre os resultados do trimestre.

Contato: gustavo.porto@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos