Agronegócios
03/12/2019 11:55

Soja/Commerzbank: Brasil não ultrapassou EUA na exportação apenas por conflito comercial com China


Por: Isadora Duarte

São Paulo, 03/12/2019 - O banco Commerzbank avalia que o fato de o Brasil ter superado os Estados Unidos como maior exportador mundial de soja não se deve apenas ao conflito comercial do país norte-americano com a China - o qual resultou na diminuição dos embarques de oleaginosa dos EUA. "Atribuir isso apenas ao conflito comercial e às tarifas retaliatórias chinesas sobre a soja importada dos EUA não leva em consideração o quadro completo. Afinal, as exportações do Brasil já excederam significativamente as exportações dos EUA de antemão", afirma o analista de commodities agrícolas do banco, Carsten Fritsch, em comunicado diário enviado para clientes.

Segundo o banco, o fato de o governo do presidente Donald Trump também estar impondo tarifas retaliatórias ao Brasil e à Argentina tem um efeito adicional crescente no impasse comercial. "Se Trump teme a concorrência nos mercados agrícolas, especialmente do Brasil, ele tem boas razões para isso, já que o Brasil substituiu os EUA como o maior exportador de soja do mundo em um volume significativo", observa Fritsch.

No comentário, o Commerzbank destaca que na safra 2018/19 as exportações brasileiras de soja totalizaram 75 milhões de toneladas, em comparação com apenas 47,5 milhões de toneladas dos EUA. Na safra 2019/20, as exportações brasileiras, considera o banco, devem ser ainda maiores, em virtude da previsão de safra recorde de 123 milhões de toneladas. "Por outro lado, espera-se que a safra dos EUA diminua para apenas 97 milhões de toneladas. Em 2018/19, a safra dos EUA - de 120 milhões de toneladas - ainda era um pouco maior que o volume da safra no Brasil", observa o banco.

Contato: isadora.duarte@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos