Agronegócios
13/01/2021 17:30

Soja: em resposta a Macron, Anec cita moratória e compromisso de conciliar produção e preservação


Por Leticia Pakulski

São Paulo, 13/01/2021 - A Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), que representa as tradings exportadoras de soja, disse ser signatária desde 2006 do pacto conhecido como Moratória da Soja, "no qual seus associados se comprometem a não comercializar soja produzida em áreas desflorestadas dentro do Bioma Amazônia, constituindo na prática uma política de desmatamento zero na sua cadeia de fornecedores localizados naquele bioma". A manifestação, em nota, foi em resposta às declarações do presidente da França, Emmanuel Macron, relacionando a soja brasileira ao desmatamento no País.

Na terça-feira, 12, em suas redes sociais, o presidente francês afirmou que "continuar a depender da soja brasileira seria ser conivente com o desmatamento da Amazônia". No vídeo publicado em sua conta oficial no Twitter, o presidente francês fala em "não depender mais" da soja brasileira e produzir o grão na Europa. "Nós somos coerentes com nossas ambições ecológicas, estamos lutando para produzir soja na Europa", afirmou.

Na nota enviada ao Broadcast Agro, a Anec reforçou ainda "o compromisso em buscar soluções que possam conciliar a produção de alimentos com a preservação ambiental, atendendo desta forma a demanda global por produtos sustentáveis".

Contato: leticia.pakulski@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos