Economia & Mercados
27/11/2017 07:15

Renova: conselho aprova proposta da Brookfield para aporte primário de R$ 1,4 bi


O Conselho de Administração da Renova Energia, subsidiária integral da Light, aprovou a proposta vinculante recebida da Brookfield Energia Renovável para aporte primário na companhia, no valor de R$ 1,4 bilhão. Segundo fato relevante divulgado na noite da última sexta-feira, dia 24, a operação será feita ao preço de R$ 6,00 por Unit da Renova e earn-out de até R$ 1,00 por Unit - relativo a qualquer valor recebido pela empresa decorrente de ajuste futuro no preço de venda do Complexo Eólico Alto Sertão II.

O conselho aprovou também a concessão à Brookfield de um novo período de exclusividade de 60 dias, automaticamente prorrogáveis por mais 30 dias, para a finalização dos documentos da transação.

Em meados desse mês, o diretor-presidente da Renova, Carlos Figueiredo, lembrou que a Brookfield se tornaria controladora da empresa com a oferta, feita no último dia 10 de novembro. "A intenção da Brookfield é ser controladora e com o aporte de R$ 1,4 bilhão, ela se torna controladora da empresa", salientou, durante teleconferência.

De acordo com o texto publicado pela Renova "a conclusão efetiva da transação se dará após a apreciação e aprovação dos órgãos de governança da companhia e de seus controladores, bem como após o cumprimento de condições precedentes usuais em transações dessa natureza".
Para ver esta notícia sem o delay contrate um dos produtos Broadcast e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos