Economia & Mercados
30/11/2017 21:58

Cemig adquire ações de bancos na Rio Minas Energia e na Lepsa


A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) pagou R$ 1,015 bilhão aos bancos BB-BI, BV Financeira e Santander pela totalidade das ações da Rio Minas Energia (RME) e Luce Empreendimentos e Participações (Lepsa) que as instituições possuíam. Os bancos tinham opção de venda destas ações com vencimento nesta quinta-feira, 30.

Estas duas companhias possuem, juntas, pouco mais de 26% do capital da Light, na qual a estatal mineira possuí outros 26% de participação. Com a aquisição das ações que pertenciam aos bancos, a Cemig passa a deter 75% capital total da RME, com 50% do capital votante, e 100% do capital da Lepsa.

Recentemente, a Cemig vendeu 34 milhões de Units da Transmissora Alianças de Energia (Taesa) com o objetivo de fazer frente a esse compromisso com os bancos. Na operação, a estatal captou pouco mais de R$ 717 milhões.

Reestruturação da Taesa
Outro comunicado importante divulgado nesta quinta-feira, 30, pela Cemig diz respeito à reestruturação societária da Taesa. Foi concluída a transferência das chamadas Transmineiras da Cemig para a Taesa. Pela operação, a estatal recebeu R$ 56,088 milhões, valor já corrigido. A transação havia sido anunciada em julho.

Foram transferidas para a Taesa a Transleste, a Transudeste e a Transirapé, após a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A operação faz parte do plano para diminuir o nível de endividamento da Cemig.
Para ver esta notícia sem o delay contrate um dos produtos Broadcast e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos