Economia & Mercados
21/11/2017 23:50

57 milhões de usuários do Uber tiveram dados roubados por hackers


A Uber Technologies revelou hoje que pagou US$ 100 mil a hackers para contornar um ataque cibernético que afetou 57 milhões de contas no ano passado.

Além dos nomes, e-mails e telefones de milhões de usuários, a licença de cerca de 600 mil motoristas foram violadas, de acordo com o Uber.

O Uber disse que informações financeiras, como dados de cartão de crédito não foram roubados. A campanha afirmou que vai notificar os usuários que tiveram as contas afetadas nos próximos dias.

O Uber disse que demitiu seu chefe de segurança, Joe Sullivan, e o vice-chefe, Craig Clark, pela forma com que lidaram com a situação. Fonte: Associated Press.
Para ver esta notícia sem o delay contrate um dos produtos Broadcast e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos