Economia & Mercados
07/12/2017 14:20

B3 prevê integração após fusão finalizada até término de 2018


A integração que está em curso da B3, por conta da fusão entre BM&FBovespa e Cetip, deverá estar finalizada até o fim do próximo ano, exceto os data centers que eram detidos por ambas as companhias, cuja integração deverá demandar mais tempo, disse o vice-presidente de Finanças e de Relações com Investidores da B3, Daniel Sonder.

O executivo afirmou que hoje aproximadamente 50% da integração já foi realizada, lembrando que a fusão foi aprovada pelo Cade no fim de março.

Em relação à meta de atingir sinergias de R$ 100 milhões ao ano em um prazo de três anos, a percepção neste momento é de que ela seja atingida em um prazo menor, disse. Sonder explicou que essa sinergia será repassada aos clientes.

Sonder reiterou que a empresa está trabalhando em sua desalavancagem, que hoje está em 2,2 vezes e tem perspectiva de cair para 1 vez até o fim de 2019. Nesse meio tempo, mas sempre com foco na redução da dívida, a empresa seguirá distribuindo proventos.

O presidente da B3, Gilson Finkelsztain, disse que a companhia recebeu muito apoio e confiança do mercado após a fusão e que a empresa quer retribuir com melhoria da qualidade do serviço. O executivo explicou que a empresa, por exemplo, trabalha em um novo modelo comercial.
Para ver esta notícia sem o delay contrate um dos produtos Broadcast e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos