Economia & Mercados
07/12/2017 10:43

Magazine Luiza/Trajano: e-commerce dá lucro, não preciso cobrar mensalidade para ser rentável


São Paulo, 07/12/2017 - O presidente do Magazine Luiza, Frederico Trajano, rejeitou a hipótese de a companhia lançar um serviço de assinaturas no seu e-commerce, nos moldes do que faz hoje a Amazon, nos Estados Unidos, e a B2W, no Brasil, com os serviços chamados "prime", que ofertam frete mais rápido para assinantes. O executivo participa de reunião com analistas e investidores em São Paulo.

"Nosso 1P dá lucro. Não preciso cobrar mensalidade do cliente pra dar rentabilidade", disse Trajano. O chamado "1P" é a venda de produtos diretamente ao consumidor final no e-commerce. O outro modelo de negócios do comércio online é o "3P" ou marketplace, em que a empresa dona da plataforma de e-commerce recebe uma comissão de outros vendedores que negociam produtos no site.

O Magazine Luiza anunciou o lançamento de um serviço de entrega expressa, voltado para clientes que compram por meio de seu aplicativo. A promessa é entregar em até dois dias, sem cobrança de assinatura, em algumas cidades.

Segundo Trajano, hoje o Magazine Luiza já entrega em até dois dias grande parte de seus pedidos, mas não divulgava esse prazo. A companhia apresentou dados apontando que, na Grande São Paulo, 98% das entregas são feitas em 1,78 dia.

Durante o evento, Trajano reforçou o papel da empresa no "1P" como um diferencial. Mencionando movimentos recentes anunciados por concorrentes, de abandonarem a venda direta ao consumidor em algumas categorias, ele avaliou que a empresa está ficando sozinha nesse negócio. A B2W tem reduzido a oferta de produtos na venda direta ao consumidor e investido mais na expansão do marketplace. Intenção parecida foi manifestada pelo Walmart, que anunciou essa semana o início da integração de suas lojas físicas e online. (Dayanne Sousa - dayanne.sousa@estadao.com)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos