Economia & Mercados
14/08/2020 08:11

Rumo fará oferta primária de ações que pode girar até R$ 6,9 bilhões


Nesta sexta-feira, 14, começa a apresentação a investidores da oferta primária (novas ações) da Rumo, bem como o período de coleta de intenções de investimento (bookbuilding). O volume do follow on foi antecipado pelo Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) no último dia 27 de julho.

A oferta inicial é de 235 milhões de ações, em distribuição com esforços restritos e de colocação no exterior. Se exercido integralmente o lote adicional de até 35%, pode alcançar R$ 6,9 bilhões ao preço do fechamento da quinta-feira (R$ 22,02 por ação).

A definição do preço ocorre dia 24 de agosto, e o início da negociação das ações na oferta está previsto para 26 de agosto.

Segundo a empresa, a potencial oferta tem como objetivo pagar a dívida mais cara de seu balanço. Além disso, os recursos serão utilizados para "executar diversos projetos estratégicos que foram impulsionados pela recente renovação antecipada da concessão da Malha Paulista".

A empresa também quer ter mais fôlego financeiro pra novas concessões, disse uma fonte. Para evitar diluição, a Cosan Logística, que possui 28% do capital, planeja acompanhar a oferta, segundo fonte.

Participam os bancos Bradesco BBI (líder), BTG Pactual, Itaú BBA, Safra, BB Investimentos, JPMorgan, Citi, Credit Suisse, Goldman Sachs, Morgan Stanley e XP Investimentos.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos