Economia & Mercados
11/10/2018 09:36

Kroton fecha 3tri18 com base de alunos 2,8% menor do que no 3tri17, mas mantém guidance


São Paulo, 11/10/2018 - A Kroton Educacional anuncia queda na base de alunos de 2,8% no terceiro trimestre, para 871,243 mil alunos de graduação, ante o mesmo período de 2017 em bases comparáveis, portanto desconsiderando os ativos vendidos ao longo de 2017, como Fair, FAC/FAMAT e Novatec. Em mensagem que acompanha o comunicado sobre resultado da captação, a administração explica que há registro de um maior número de formaturas advindas "dos fortes processos de captação de 2013 e 2014", de modo que no segundo semestre o total de alunos formados foi 8,3% superior ao do mesmo período de 2017, "o que acaba por diminuir a base de alunos rematriculáveis."

No terceiro trimestre, o porcentual de rematrículas caiu 4,2%, para 687,931 mil, nos dois segmentos (presencial e EAD), ao passo que a captação total subiu 2,6% para 183,312 mil alunos. "Com esse sólido resultado alcançado, a Kroton segue convergindo com segurança para atingir o guidance projetado para 2018", afirma o comunicado.

No segmento presencial, a captação teve aumento de 5,3%, já as rematrículas caíram 8,8% e a base de alunos ficou 6,5% menor do que no terceiro trimestre de 2017. Já em EAD, os porcentuais são, respectivamente, de aumento de 1,1%, queda de 0,3% e base estável (0%) na mesma comparação.

Evasão
A evasão no segmento presencial caiu de 13,6% no terceiro trimestre de 2017 para 12,9% em igual período deste ano, mas cresceu de 16% para 16,6% no EAD.

O relatório destaca quanto à queda de 0,7 ponto porcentual no indicador presencial que "esse é o segundo semestre consecutivo que a Companhia consegue apresentar uma melhora na evasão. Isso apenas comprova que as iniciativas referentes ao Projeto Permanência continuam avançando, com os times de retenção ganhando maturidade e experiência e os aprimoramentos no modelo acadêmico acontecendo de forma gradual. Nesse sentido, quando se exclui os alunos FIES desse indicador, já é possível observar tendências mais consistentes de melhora da evasão nos demais grupos de alunos."

Sobre o aumento da evasão na modalidade EAD, a companhia cita questões macroeconômicas e que ocorre "como contrapartida às fortes captações recentes, pois a propensão a evadir é muito maior nos primeiros semestres letivos", além do aumento no número de alunos na modalidade 100% online, perfil que possui nível de engajamento menor e, portando, maior evasão. A Kroton informa ainda que o processo de captação para o primeiro semestre de 2019 já foi iniciado.
(Luana Pavani - luana.pavani@estadao.com)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos