Economia & Mercados
08/11/2018 10:30

BB/Labuto: ainda não estamos satisfeitos com retorno e buscamos equiparação com privados


São Paulo, 08/11/2018 - O Banco do Brasil não está satisfeito com o seu retorno e segue debruçado em equipará-lo ao dos pares privados, de acordo com o novo presidente do banco, Marcelo Labuto. “Apesar de termos mais que dobrado o retorno do banco, de 6,6% no primeiro trimestre de 2016 para 14,3% no terceiro trimestre deste ano, ainda não estamos satisfeitos”, destacou o executivo, em coletiva de imprensa, nesta manhã, para comentar os resultados do banco.

Ele disse ainda que o BB vê uma pequena margem para melhora da inadimplência. O indicador de calotes do banco, considerando atrasos superiores a 90 dias, ficou em 2,83% no terceiro trimestre, melhora de 0,51 ponto porcentual em relação aos três meses anteriores, quando o indicador estava em 3,34%. “Depois de seis trimestres, entregamos inadimplência melhor que a do sistema financeiro”, destacou Labuto.

O Banco do Brasil encerrou hoje a temporada de balanços dos grandes bancos de capital aberto no País ao divulgar lucro líquido ajustado de R$ 3,402 bilhões no terceiro trimestre, montante 25,6% maior que o registrado um ano antes, de R$ 2,708 bilhões. O resultado veio em linha com as projeções do mercado. A média de sete casas consultadas pelo Prévias Broadcast (BTG Pactual, JPMorgan, Morgan Stanley, UBS, Santander, Safra e XP) apontava cifra de R$ 3,312 bilhões para o período de referência. (Aline Bronzati - aline.bronzati@estadao.com)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos