Economia & Mercados
15/09/2021 14:02

Exclusivo: BlackRock lança quatro novos BDRs de ETFs para investidores qualificados


Por Bruna Camargo

São Paulo, 15/09/2021 - A BlackRock Brasil acaba de lançar quatro novos BDRs de ETFs destinados a investidores qualificados. Com os produtos BOEF39, BIXG39, BICL39 e BURT39, a gestora chega a 69 ativos listados na B3. Os BDRs de ETFs são títulos locais lastreados em cotas de fundos de índice (ETFs, na sigla em inglês) estrangeiros. Os novos BDRs estão disponíveis em qualquer corretora com cotas em torno de R$ 50.

Em entrevista exclusiva ao Broadcast, Daniel Lobo, vice-presidente da BlackRock Brasil, conta que os produtos chegam tanto para atrair novos clientes quanto para suprir uma demanda dos investidores da gestora. “Dois fundos são para responder a esses pedidos: o ICLN [que acompanha empresas do setor de energia limpa], por causa da temática sustentável, que sempre traz muito interesse, e o URTH [que acompanha empresas de mercados desenvolvidos], porque segue o índice MSCI World, muito usado pelos fundos de pensão como benchmarking dos investimentos internacionais”, diz Lobo.

Além desses dois BDRs de ETFs, a gestora lança fundos para o OEF, que acompanha empresas do S&P 100, e para o IXG, com ações globais do setor financeiro. As informações estão compiladas na tabela a seguir:


 BDRs de fundos de índice 
Ticker do BDR Nome do ETF Código do ETF
BOEF39 iShares S&P 100 ETF OEF
BIXG39 iShares Global Financials ETF IXG
BICL39 iShares Global Clean Energy ETF ICLN
BURT39 iShares MSCI World ETF URTH
Fonte: BlackRock

Lobo afirma que a proposta com os novos BDRs de ETFs é oferecer uma “alocação internacional” consistente para os investidores - por enquanto, apenas os qualificados, mas em processo para abertura ao varejo. “E não vamos parar por aí, tem mais coisa no forno”, adianta o executivo. Em junho, o Broadcast já havia antecipado essa movimentação.

Custos de aplicar em BDRs de ETFs

Os produtos não têm taxa de performance e não há taxa de administração na estrutura brasileira, apenas na estrangeira, explica a BlackRock. As taxas de administração desses ETFs é de 0,20% para o BOEF39; 0,43% para o BIXG39; 0,42% para o BICL39; e 0,24% para o BURT39.

A gestora também ressalta que o Banco B3, que é o emissor dos BDRs, cobra tarifas em dois momentos: quando as corretoras criam ou resgatam cotas dos BDRs [taxa paga pelas corretoras, incluída por elas no custo de negociação do BDR] e quando o BDR distribui dividendos.

Contato: bruna.camargo@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos