Economia & Mercados
11/10/2023 13:26

Com US$ 378 bi sob gestão, norte-americana Ares fará aporte de US$ 100 mi na Vinci Partners


A norte-americana Ares, que tem US$ 378 bilhões sob gestão e é especializada em ativos alternativos, fará um aporte de US$ 100 milhões na brasileira Vinci Partners. Segundo comunicado, o objetivo é "acelerar o crescimento da plataforma da Vinci na América Latina e colaborar na distribuição, desenvolvimento de produtos e outras oportunidades de negócios". A Vinci emitirá novas ações preferenciais conversíveis em troca do aporte.

De acordo com o comunicado, o negócio terá três frentes de atuação: parceria na captação de recursos e ampliação da rede de relacionamento com os investidores no Brasil e globalmente; desenvolvimento de novos produtos e investimentos na América Latina; e implementação de melhores práticas operacionais e estratégicas.

Com 2,6 mil funcionários e presença na América do Norte, Europa, Ásia-Pacífico e Oriente Médio, a Ares terá um assento no conselho da Vinci, que usará os US$ 100 milhões para crescimento orgânico e aquisições no Brasil e na América Latina.

"Conhecemos a equipe da Vinci há mais de uma década e compartilhamos DNA semelhante no desenvolvimento de negócios e estratégia de investimento", diz Michael Arougheti, CEO e presidente do Ares. "A América Latina está no início do ciclo de migração da alocação para estratégias de mercado privado, e acreditamos que existem tendências de mercado que irão acelerar o crescimento destas classes de ativos nos próximos anos."

A Vinci espera que a formação da parceria estratégica e a emissão das ações preferenciais conversíveis ocorram no fim deste mês.

A Jefferies atuou como consultor financeiro exclusivo da Vinci e Davis Polk & Wardwell LLP atuou como consultor jurídico. A Wells Fargo Securities, LLC atuou como consultor financeiro do Ares e Kirkland & Ellis LLP atuou como consultor jurídico.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso