Economia & Mercados
23/05/2022 18:06

Citi e Ebanx fecham parceria para solução de cobrança digital


O Citi e a Ebanx fecharam um acordo em que a fintech curitibana oferecerá uma solução de cobrança digital de ponta a ponta para os clientes institucionais do banco na América Latina. A plataforma permitirá que as empresas cobrem através de cartões de crédito, carteiras digitais e meios de pagamento instantâneos e locais.

O acordo envolve a área de treasury and trade Solutions (TTS) do Citi, que oferece serviços de gestão de caixa e trade finance. A parceria complementa o Spring, plataforma própria do Citi que está em operação no Brasil e no México. Investida do fundo Advent, a Ebanx vem buscando expandir-se mais na América Latina, onde já tem forte presença.

"O Citi é líder em serviços bancários e financeiros globais. Estamos entusiasmados em nos alinhar com eles neste acordo para fortalecer nossas capacidades de soluções locais para seus merchants em toda a América
Latina", afirmou em nota Paula Bellizia, presidente de pagamentos globais da Ebanx. "Este é um passo crucial na criação de uma solução mais eficiente, confiável e flexível para todas as empresas globais de tecnologia que desejam alcançar mais consumidores nos principais mercados da América Latina."

Gabriel Kirestian, diretor de pagamentos e recebíveis para América Latina do Citi TTS, destacou a abrangência da plataforma da Ebanx. "Nosso objetivo é ampliar as opções de pagamento para nossos clientes institucionais com alcance local e regional por meio de uma solução abrangente de pagamentos de consumidores, ao mesmo tempo em que criamos as bases para uma experiência com uma proposta de valor integrada."

De acordo com o banco, a parceria permitirá que seus clientes aceitem mais de 100 métodos de pagamento de consumidores online em 11 países da região, como Argentina, Colômbia e Panamá.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: