Economia & Mercados
04/12/2017 21:09

Crítico da 'austeridade cega', ministro das Finanças de Portugal é eleito chefe do Eurogrupo


Bruxelas, 4/12/2017 - O chefe das Finanças de Portugal, Mário Centeno, foi eleito nesta segunda-feira presidente do Eurogrupo, instituição que une os ministros da pasta dos países da moeda comum. Ele vai tomar posse no cargo em 13 de janeiro.

Centeno, crítico do que chama de "austeridade cega", era o favorito para substituir o holandês Jeroen Dijsselbloem, que deixa o cargo após quase cinco anos. Ele concorreu com os ministros das Finanças de Luxemburgo, Pierre Gramegna, da Eslováquia, Peter Kazimir, e da Letônia, Dana Reizniece-Ozola.

O português vai assumir o posto em um cenário muito mais favorável à zona do euro do que aquele enfrentado por Dijsselbloem em 2013. À época, a economia do bloco estava em crise e países como o próprio Portugal de Centeno estava no programa de resgate financeiro.

Centeno se formou em economia em 1990 pela Universidade Técnica de Lisboa. Ele assumiu um cargo técnico no Banco de Portugal em 2000 e se tornou ministro das Finanças no final de 2015, quando António Costa assumiu o cargo de primeiro-ministro. Fonte: Associated Press.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos