Economia & Mercados
30/11/2017 16:55

Opep anuncia oficialmente extensão de acordo de cortes na produção até fim de 2018


Viena, 30/11/2017 - A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) anunciou nesta quinta-feira que concordou, juntamente com outros países não-membros do cartel, em prorrogar o acordo de corte na produção de petróleo até o fim do próximo ano. Em uma coletiva de imprensa em Viena, o ministro de Energia da Arábia Saudita, Khalid al-Falih, disse que a decisão era "unânime". Ele também afirmou que o fornecimento de países que não participam do acordo "continua sendo um ponto de interrogação".

Os membros da Opep e outros grandes produtores do óleo, liderados pela Rússia, se comprometeram no fim do ano passado a reduzir a produção de petróleo em cerca de 1,8 milhão de barris por dia a partir dos níveis de outubro de 2016, em um esforço para retirar o excesso dos estoques globais e reequilibrar a oferta e a demanda. O acordo entrou em vigor em janeiro e expiraria em março de 2018.

Antes da coletiva de imprensa, os ministros do Iraque e do Kuwait já haviam confirmado a notícia. Além disso, segundo Bagdá, a Arábia Saudita e a Rússia devem rever as condições de mercado em junho, para avaliar os efeitos do pacto de redução da oferta. Uma nova reunião para isso será realizada em 21 de junho de 2018, em Viena. Também foi comentado que Líbia e Nigéria, que ficaram isentas no acordo inicial de corte na produção, teriam um limite em sua oferta do óleo. De acordo com o ministro do Omã, o limite a ser imposto à produção da Nigéria é de 1,8 milhão de barris por dia. Fonte: Dow Jones Newswires.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos