Economia & Mercados
21/01/2022 14:42

"Corrida ao ouro" adiciona mais 1 GW de geração solar distribuída em 42 dias e atinge 9 GW


Por Denise Luna

Rio, 21/01/2022 - Em apenas 42 dias, a capacidade instalada de geração solar distribuída cresceu 1 gigawatt (GW), "uma verdadeira corrida do ouro", segundo o presidente da Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABGD), Guilherme Chrispim. Com o avanço, a geração própria alcançou a marca de 9 GW de sistemas instalados nesta sexta-feira, 21, o suficiente para fornecer energia elétrica para 13,5 milhões de pessoas.

Após a promulgação da Lei 14.300/2022 - marco legal da geração distribuída - projetos outorgados até 6 de janeiro de 2023 terão direito à isenção da Taxa de Uso do Sistema de Distribuição (Tusd) até dezembro de 2045. Os sistemas implementados após 6 de janeiro passarão a pagar um porcentual dessa tarifa, havendo um período de seis anos de escalonamento até atingir o valor integral.

“O setor está no ano da corrida pelo ouro, ou melhor, da corrida para garantir a gratuidade da cobrança da Tusd até 2045. Esse fator e a perspectiva de continuidade na alta do preço da energia vão manter a atividade do nosso setor aquecida”, disse Chrispim em nota.

Ele prevê que este ano a geração distribuída deve atingir 15 GW de capacidade instalada, ou seja, adicionar mais 7 GW ao cenário atual, "quase meia Itaipu", comparou. A projeção é inferior às estimativas da Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar), que prevê que o Brasil chegará ao final de 2022 com 17 GW de geração solar própria.

Segundo a ABGD, com mais de um milhão de conexões totais, a geração distribuída nacional tem a classe residencial como a mais presente, responsável por 3,8 GW, seguida por estabelecimentos comerciais, com 3 GW. Nas demais categorias, destaque para o meio rural (1,2 GW) e a indústria (0,7 GW).

Entre as fontes dos sistemas de mini e microgeração de eletricidade, a energia solar é a mais presente no País, representando 97,7% do total; seguida por termoelétrica (1,2%), Central Geradora Hidrelétrica - CGH (0,87%) e eólica (0,18%).

contato:denise.luna@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: