Economia & Mercados
14/05/2019 14:13

Bolsas da Europa: sinalização positiva nas relações EUA-China deixa mercados em alta


Por Eduardo Gayer

São Paulo, 14/05/2019 - Os mercados acionários europeus encerraram a sessão desta terça-feira em alta, diante da repercussão de falas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que avaliou positivamente as negociações comerciais com a China. Nesse cenário, o índice pan-europeu Stoxx 600 avançou 1,01%, para 376,34 pontos, e recuperou parte das perdas vistas no pregão anterior.

Na segunda-feira, Trump voltou a se mostrar otimista quanto a um acordo comercial entre os EUA e a China, que, de acordo com o republicano, de acontecerá "na hora certa", o que motivou investidores a ir às compras de ações em solo europeu. Hoje, o líder americano voltou a dizer que as negociações estão em andamento e sinalizou que um entendimento entre as duas maiores economias do globo pode ser alcançado.

As tensões comerciais sino-americanas têm afetado as perspectivas para a economia mundial. Na zona do euro, a Eurostat informou que a produção industrial recuou 0,3% em março ante fevereiro e 0,6% na comparação anual. Os resultados na base anual, porém, ficaram acima do esperado à medida que analistas estimavam que a produção da indústria da zona do euro caísse 0,8%.

Outro fator que animou o mercado foi a divulgação do salário médio excluindo-se bônus no Reino Unido, que avançou 3,3% no trimestre até março, um pouco abaixo da alta de 3,4% esperada pelo mercado. O fato dá sinais de que a inflação britânica não mostra tanto fôlego qanto o esperado, o que pode levar o Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) a manter as taxas de juros inalteradas. Nesse contexto, a Bolsa de Londres apresentou avanço de 1,09%, para 7.241,60 pontos, encerrando o dia na máxima.

No noticiário corporativo, o segmento de automóveis se favoreceu com o anúncio de uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) da divisão de caminhões da montadora alemã Volkswagen, levando as ações da companhia a subirem 0,84%. A bolsa de Frankfurt subiu 0,97%, chegando aos 11.991,62 pontos.

Em Paris, o índice CAC 40 encerrou o dia com 5.341,35 pontos, em alta de 1,50%, na máxima do dia, acompanhando o Ibex 35, de Madri, que avançou 0,89% e fechou com 9.127,60 pontos. Na Bolsa de Milão, o FTSE MIB apresentou crescimento de 1,45%, para 20.892,66 pontos, também na máxima do dia, enquanto em Lisboa o PSI 20 teve alta de 0,76%, para 5.109,10 pontos.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos