Economia & Mercados
05/12/2018 14:14

Delivery Center, parceira da BRMalls, prevê abertura de 200 centrais em shoppings


A Delivery Center, parceira da BRMalls, prevê atingir um total de 200 centrais em operação no País no curto a médio prazo. A companhia já tem nove unidades em operação e outras cinco a serem abertas neste mês. Para 2019, a previsão é de abrir uma loja por semana, segundo anunciou nesta quarta-feira, 5, o executivo Andreas Blazoudakis, durante reunião pública com investidores e analistas.

A BRMalls adquiriu neste ano uma participação não majoritária na Delivery Center, empresa que atua no segmento de tecnologia e busca integrar o varejo físico ao online, com entrega de produtos no mesmo dia ou até mesmo na mesma hora da compra, utilizando shoppings como centros de distribuição. Os itens comercializados vão desde vestuário e eletrônicos até fast food.

As centrais da Delivery Center ficam dentro dos shoppings ou em seus estacionamentos e mantêm uma equipe de pessoas que recebem os pedidos de consumidores, coletam os itens junto aos lojistas e fazem a entrega rápida via motoboys. "Os shoppings funcionam como um excelente hub de distribuição", salientou Blazoudakis.

Conforme indicou o executivo, os investimentos na expansão da rede ficarão abaixo de R$ 100 milhões e, ao atingir o total de 200 lojas, a companhia deverá chegar a uma avaliação de R$ 1 bilhão.

As unidades serão abertas tanto em centros de compras da BRMalls quanto de outras operadoras. A empresa ainda mantém parcerias com aplicativos como o Ifood, que hoje responde por 70% das vendas dos itens de alimentação.

O plano prevê 39 lojas da Delivery Center só em São Paulo. A empresa também está no Rio de Janeiro e abrirá suas primeiras unidades em Belo Horizonte e em Curitiba já no próximo ano. O executivo citou como exemplo que, no Shopping Tijuca, após cinco meses de operação da unidade da Delivery Center, foi verificado aumento de vendas de 17% nas lojas de alimentação e 1,1% nas vendas totais do shopping. "Mexemos o 'ponteiro' do Shopping Tijuca, que é um dos maiores da BRMalls", comemorou Blazoudakis.

Ele acrescentou que o break even - ponto de equilíbrio - nas contas de cada central deve ser atingido em um período de 12 a 18 meses após sua abertura. A cada venda, a Delivery Center fica com uma fatia de até 21% do valor de comercialização se considerada a prestação do serviço de venda, coleta e entrega.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos