Economia & Mercados
05/08/2022 16:57

Elon Musk acusa Twitter de fraude em spam; Bret Taylor rebate


O bilionário dono da Tesla, Elon Musk, acusou o Twitter de fraude. Musk afirmou que a empresa de mídia social deturpou a condição de seus negócios e as principais métricas sobre os usuários em sua plataforma, antes de ele concordar em adquirir a empresa por US$ 44 bilhões, em abril.

Musk disse em uma contestação tornada pública na quinta-feira, 4, que decidiu rescindir o acordo de fusão ao tomar conhecimento do que descreveu como fatos preocupantes. Cita, por exemplo, a reafirmação da média diária de usuários monetizáveis do Twitter dias após a assinatura do pacto.

E que o Twitter supostamente estava contabilizando incorretamente os número de contas falsas e spam.

"As próprias divulgações do Twitter às partes mostram que, embora o Twitter apregoe ter 238 milhões de 'usuários ativos diários monetizáveis', os usuários que realmente veem anúncios (e, portanto, seriam razoavelmente considerados 'monetizáveis') são cerca de 65 milhões a menos do que o Twitter representa", disse Musk em um processo judicial.

O presidente do conselho do Twitter, Bret Taylor, disse em um tuíte na quinta que as alegações de Musk "são factualmente imprecisas, legalmente insuficientes e comercialmente irrelevantes".

Ele afirmou também que a empresa aguarda com expectativa o julgamento do caso em Delaware, que está marcado para 17 de outubro.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: