Economia & Mercados
12/09/2017 10:02

Magazine Luiza anuncia oferta restrita de ações que pode girar cerca de R$ 1,8 bi


O Magazine Luiza anunciou oferta de ações subsequente (follow on), nesta terça-feira, 12, que pode girar em torno de R$ 1,8 bilhão. A operação é uma retomada da oferta, cujos estudos a companhia suspendeu em junho oficialmente. A Coluna do Broadcast havia antecipado no início de agosto que a captação estava para sair.

A oferta restrita (conforme a Instrução da CVM nº 476) com esforços de colocação no exterior, que será primária (novas ações) e secundária (de acionistas vendedores), ocorre após o desdobramento de ações, na semana passada, na razão de 1 para 8.

Só em setembro, a alta acumulada do papel é de 10,28% até a segunda-feira, 11, quando fechou ao preço de R$ 78,30. Nesse valor, a oferta de inicialmente 24 milhões de ON poderia alcançar R$ 1,88 bilhão. O preço por ação será definido após procedimento de coleta de intenção de investimentos, o bookbuilding, que se inicia nesta terça e vai até 27 de setembro.

A distribuição primária será de 17.600.000 novas ações ordinárias e a secundária, de 6.400.000. Estas são de titularidade de Luiza Helena Trajano, Onofre de Paula Trajano; Fabrício Bittar Garcia, Flávia Bittar Garcia Faleiros e Franco Bittar Garcia.

Os bancos coordenadores são Bank of America Merrill Lynch (líder), BTG Pactual, JPMorgan, Itaú BBA, Credit Suisse, BB Investimentos, Bradesco BBI e Santander. Os coordenadores e o Magazine Luiza têm contrato de colocação e garantia firme de liquidação.

O período de subscrição prioritária é de 14 a 22 de setembro. O início das negociações das ações na B3 está previsto para 29 de setembro.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos