Economia & Mercados
30/06/2020 10:56

IRB revisa balanços e presidente diz que "não existe forma certa de fazer a coisa errada"


Por Aline Bronzati e André Vieira

São Paulo, 30/06/2020 - O presidente do Conselho de Administração e atual diretor-presidente do IRB Brasil Re, Antonio Cassio dos Santos, afirmou que não existe forma certa de fazer a coisa errada ao comentar sobre as demonstrações financeiras do ressegurador, que foram revisadas. "Daqui para frente é vida nova e temos de começar a reconstruir. Não existe forma certa de fazer a coisa errada", disse ele, em teleconferência com jornalistas, nesta manhã.

De acordo com Santos, o trabalho da nova gestão foi feito em 90 dias, em um 'tempo exíguo' e que foi identificada a necessidade de uma 'baita reforma' da companhia. O desafio, afirmou ele, foi identificar os ajustes que deveriam ser feitos no IRB pelo vídeo e telefone, considerando as medidas de isolamento social por conta da pandemia.

O IRB Brasil RE apresentou na madrugada os resultados referentes ao primeiro trimestre de 2020, quando registrou lucro, bem como as demonstrações financeiras revisadas do ano de 2019. Os ajustes tiveram um efeito total no resultado de 2019 da companhia de cerca de R$ 553,4 milhões, e de R$ 117,2 milhões em 2018.

Contato: aline.bronzati@estadao.com e andre.vieira@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos