Economia & Mercados
09/05/2019 21:12

Lojas Americanas reverte lucro e registra prejuízo de R$ 53,5 mi no 1º trimestre


A varejista Lojas Americanas apresentou um prejuízo consolidado de R$ 53,5 milhões no primeiro trimestre deste ano, revertendo um lucro líquido de R$ 23,8 milhões de igual intervalo do ano passado.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) ajustado somou R$ 560,8 milhões, representando uma queda de 12,2%. A margem Ebitda encerrou o período em 15,8%, ante 15,9% de um ano antes.

A receita líquida consolidada somou R$ 3,552 bilhões de janeiro a março, cifra 11,7% inferior ao mesmo intervalo do ano passado. As vendas brutas no conceito mesmas lojas de janeiro a abril subiram 5,8% sobre igual intervalo de 2018.

Segundo a empresa, com a Páscoa ocorrendo este ano no dia 21 de abril, as vendas relativas ao evento ficaram concentradas no segundo trimestre, influenciando as bases de comparação de resultados e saldos do balanço ante o primeiro trimestre do ano passado.

O lucro bruto consolidado do primeiro trimestre somou R$ 1,338 bilhão, uma retração de 8,3% ante igual período de 2018. A margem bruta consolidada, porém, avançou 1,2 ponto porcentual, para 34,5%. As despesas com vendas, gerais e administrativas somaram R$ 409,7 milhões, um avanço de 17,8% - representando 17,8% da receita líquida, ante 16,7% de um ano antes.

De forma consolidada, o resultado financeiro líquido apresentou despesas de R$ 385,1 milhões, alta de 6,2% na comparação anual. Segundo a empresa, a evolução se deve "às variações do CDI no período e ao constante trabalho de renegociação das dívidas, sempre buscando melhores custos e prazos mais longos".

A dívida liquida consolidada somou R$ 4,688 bilhões ao final do primeiro trimestre, ante R$ 4,705 bilhões de igual período de 2018. Assim a relação entre a dívida liquida e o Ebitda encerrou março último em 1,7 vez, igual há um ano antes.

Os investimentos no primeiro trimestre somaram R$ 207,7 milhões, com a inauguração de 15 novas lojas, ante 14 de um ano antes - atingindo uma rede de 1.501 unidades em 603 municípios. Segundo a empresa, até momento, já foram assinados ou estão em fase final de contrato mais 145 lojas. A meta é abrir 800 novas unidades no período entre 2015 e 2019.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: