Economia & Mercados
29/06/2021 17:12

Pesquisa mostra que 5G já chegou a 65 países e 1,6 mil cidades; Brasil não tem previsão


Por Circe Bonatelli

São Paulo, 29/06/2021 - O mundo inteiro já tem 65 países, totalizando 1.662 cidades, conectados à internet móvel de quinta geração (5G). Só neste ano, 301 cidades já adotaram a nova tecnologia, ampliando em 20% o total na comparação com o fim do ano passado. O Brasil ainda não está na lista.

O levantamento foi divulgado hoje pela Viavi Solutions, empresa que atua no fornecimento de redes e serviços de telecomunicações.

A China lidera o 5G, com 376 cidades conectadas. O segundo lugar é dos Estados Unidos, com 284, e o terceiro, das Filipinas, com 95, ultrapassando a Coreia do Sul, que agora ocupa a quarta posição com 85 cidades.

Na sequência vêm Canadá, Finlândia, Espanha, Itália, Reino Unido, Austrália e Arábia Saudita. Os lançamentos comerciais mais recentes de redes 5G ocorreram no Chipre, Peru, Rússia e Uzbequistão. Com isso, mais de um terço dos países do mundo agora têm pelo menos uma rede 5G ativa.

Por enquanto, no Brasil as companhias vão oferecendo o 5G numa modalidade chamada DSS, que usa um 'pedaço' das faixas de radiofrequência nas quais já trafegam os sinais do 4G. O 5G DSS é um avanço na conexão ante o 4G, mas ainda está abaixo da velocidade super alta de navegação e da latência mínima, que virão no 5G "de verdade" e prometem revolucionar as comunicações.

Na melhor das hipóteses, o 5G "de verdade" poderá ser ativado no Brasil em 2022. Isso ainda depende do leilão da faixa de 3,5 Ghz, específica para o 5G. No entanto, o edital ainda não tem prazo para ser concluído. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) enviou o edital, em março, para análise do Tribunal de Contas da União (TCU). Mas só na semana passada, a agência reguladora terminou de enviar os esclarecimentos solicitar pela Corte para emitir seu parecer. Agora, o TCU tem até 90 dias para concluir a avaliação. Só depois disso o leilão será agendado.

Contato: circe.bonatelli@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos