Economia & Mercados
08/11/2018 21:57

Walt Disney tem lucro líquido de US$ 2,322 bilhões no trimestre


A Walt Disney apresentou lucro líquido de US$ 2,322 bilhões entre julho e setembro, o equivalente a US$ 1,55 por ação, o que representa avanço de 37% em relação ao mesmo período de 2017, quando o ganho por ação foi de US$ 1,13. Excluindo alguns itens, a Disney informou ter tido lucro líquido de US$ 1,48 por ação, número que ficou bastante acima das estimativas de analistas consultados pela FactSet, que esperavam ganho por ação de US$ 1,34 no quarto trimestre fiscal. Em todo o ano fiscal de 2018, a Walt Disney registrou lucro líquido recorde de US$ 12,598 bilhões.

A receita da empresa, por sua vez, subiu 12% entre julho e setembro na comparação com o mesmo período do ano passado, indo de US$ 12,779 bilhões para US$ 14,307 bilhões. O resultado também ficou acima da projeção de analistas ouvidos pela FactSet, que esperavam receita de US$ 13,73 bilhões no período. No ano fiscal de 2018, a empresa apresentou receita recorde de US$ 59,434 bilhões.

O presidente-executivo da Disney, Robert Iger, afirmou que os executivos da companhia estão "muito satisfeitos" com o desempenho financeiro em todo o ano fiscal. "Continuamos focados na conclusão bem-sucedida e na integração de nossa aquisição da 21st Century Fox e no desenvolvimento adicional de nossos negócios diretos ao consumidor, incluindo o tão aguardado lançamento de nosso serviço de streaming da marca Disney no fim do próximo ano", comentou.

Após ter adquirido a Fox, a Disney detém 60% do aplicativo de streaming Hulu. Iger, contudo, comentou em teleconferência que o produto de streaming da empresa a ser lançado em 2019 se chamará "Disney Plus" e afirmou que o acordo final envolvendo a Fox poderia ocorrer "significativamente antes" da projeção inicial de julho de 2019.

A receita de parques e resorts aumentou 9%, para US$ 5,963 no quarto trimestre fiscal, em um resultado acima das expectativas de analistas (US$ 5,08 bilhões). Além disso, as vendas do segmento de mídia se viram beneficiadas por produtos vinculados à Marvel Studios, com filmes como "Vingadores: Guerra Infinita" e "Homem-Formiga e a Vespa", com as vendas do segmento de estúdio saltando 50% na mesma base comparativa, para US$ 2,151 bilhões, bastante acima das estimativas da FactSet (US$ 1,78 bilhões).

Os negócios de mídia da Disney, que incluem a ESPN e a rede ABC, registraram receita de US$ 5,963 bilhões no trimestre, um aumento de 9% em relação ao período entre julho e setembro do ano anterior, enquanto analistas esperavam receita de US$ 5,7 bilhões no período. Além disso, os produtos ao consumidor viram sua receita cair 8%, para US$ 1,123 bilhão entre julho e setembro - resultado que veio praticamente em linha com o esperado pela FactSet (US$ 1,16 bilhão).

Após a divulgação dos resultados, a Disney viu sua ação subir nos negócios do after hours em Nova York. Às 21h52 (de Brasília), o papel da companhia avançava 1,72%, para US$ 118,00.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos