Economia & Mercados
01/10/2020 07:40

Daniel Bassan será o CEO do UBS BB, nova parceria entre Banco do Brasil e UBS na América do Sul


Por Beth Moreira

São Paulo, 01/10/2020 - O UBS e o Banco do Brasil anunciaram hoje o nome de sua parceria estratégica na América do Sul, o UBS BB Investment Bank. O novo banco de investimentos terá Daniel Bassan como CEO e Hélio Magalhães como presidente do Conselho de Administração. Com sede em São Paulo, o UBS BB prestará serviços de banco de investimento no Brasil, Argentina, Chile, Peru, Paraguai e Uruguai e corretora de títulos institucionais no Brasil.

“Estou entusiasmado em liderar esta nova organização, que combina os pontos fortes e a plataforma globais do UBS com o conhecimento, experiência e relacionamentos locais sem paralelo do Banco do Brasil para se tornar o banco de investimento líder na região”, destaca Bassan em nota. “Esperamos construir uma nova empresa que forneça serviços ao cliente de classe mundial e produtos e soluções financeiras líderes que ajudem a promover o crescimento na região.”

Em documento divulgado à imprensa, as instituições destacam que a nova empresa quer se tornar o banco de investimento líder na região, oferecendo acesso a fusões e aquisições e recursos de consultoria, mercados de capitais de dívida e ações e uma ampla rede de empresas e investidores, bem como corretagem e pesquisa de títulos institucionais.

O conselho de administração do novo banco terá ainda Sylvia Coutinho como vice-presidente e membro do conselho do UBS BB. Sylvia é chefe de país do UBS, Brasil e chefe de gestão de patrimônio do UBS, América Latina.

O board do UBS BB também contará com dois executivos do UBS e dois executivos do Banco do Brasil. André Guilherme Brandão, presidente do Banco do Brasil; Darryll Hendricks, Diretor de Operações das Américas, UBS; Francisco Lassalvia, Diretor de Mercado de Capitais, Banco do Brasil e Ros L'Esperance, Co-Chefe de Banca Global, UBS Investment Bank. Os novos conselheiros continuarão em suas funções atuais no UBS e no Banco do Brasil:

Identidade

O UBS BB também revelou sua identidade de marca. O novo logotipo mescla as paletas de cores das marcas de ambas as organizações. Segundo os bancos, o logo busca transmitir as fortalezas, valores e aspirações de dois atores complementares com recursos locais e globais.

Para o CEO do Banco do Brasil e Conselheiro do UBS BB, André Brandão, a parceria com o UBS irá acelerar o desenvolvimento da plataforma de banco de investimento com um alcance mais amplo e sofisticado de produtos e serviços. "Ao oferecer as melhores soluções e experiências da classe aos nossos clientes, o UBS BB se posicionará em um novo patamar na indústria”, diz.

Já Sylvia destaca que a América do Sul é um mercado dinâmico e em crescimento, que oferecerá oportunidades significativas para a nova empresa. “Como o único verdadeiro jogador 'global' no Brasil, criaremos uma plataforma líder na região que ajudará nossos clientes a aproveitar o ponto de inflexão do mercado de capitais e navegar no novo ambiente de taxas de juros”.

Conforme anunciado em novembro de 2019 e após aprovações regulatórias, o UBS BB foi constituído por meio da combinação de ativos de ambas as partes interessadas. O UBS detém 50,01% do capital e o Banco do Brasil 49,99%.

Contato: beth.moreira@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: