Economia & Mercados
14/10/2020 08:50

Especial/Inovação: além de containeres e grãos, blockchain e apps viraram rotina nos portos


Por Cristian Favaro

São Paulo, 09/10/2020 - O transporte marítimo se adaptou rapidamente durante a pandemia - e o motivo não foi apenas o aumento nas exportações das commodities agrícolas, impulsionadas pela demanda global por alimentos e dólar favorável. O setor colheu agora investimentos feitos durante anos para automatizar as operações.

"Várias ferramentas digitais que já vinham sendo utilizadas e tecnologias, como o blockchain (espécie de 'livro contábil' público que certifica transações), tiveram crescimento significativo na pandemia", diz Claudio Loureiro, diretor-executivo do Centro Nacional de Navegação Transatlântica (Centronave), entidade que reúne as maiores empresas de navegação de longo curso atuando no Brasil.

Uma prática comum do setor que mudou nos últimos tempos é booking de carga presencial (reserva de espaço nos navios para o transporte). Como os check-ins das companhias aéreas, havia várias plataformas que permitiam automatizar o processo. Com a pandemia, seu uso explodiu.

A dinamarquesa Maersk, por exemplo, viu seu aplicativo, o Maersk App, bater recordes de uso. Em todo o ano de 2019, o sistema movimentou R$ 108 bilhões (US$ 20 bilhões). Foram registradas, em média, 70 mil transações por semana, nas primeiras cinco semanas deste ano. Com a quarentena, a empresa reportou 130 mil transações de negócios, em apenas uma semana de abril.

O desafio hoje é vencer limitações impostas pelos órgãos de fiscalização. No caso brasileiro, de fevereiro até hoje, cerca de 123 embarcações ficaram em quarentena no País. "Manter um navio parado por 14 dias custa milhões de dólares", afirma Loureiro. O setor dialoga agora com as agências reguladoras, como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para evitar essas paralisações totais e isolar apenas os tripulantes contaminados.

Contato: cristian.favaro@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos