Política
13/09/2017 20:15

Defesa/Lula: A defesa orientou Lula a não responder às perguntas repetidas e estranhas


Curitiba, 13/09/2017 - O advogado do ex-presidente Lula, Cristiano Zanin Martins, disse em entrevista coletiva encerrada há pouco que a defesa orientou seu cliente a não responder às perguntas repetidas e estranhas que foram feitas ao petistas pelos procuradores do Ministério Público e pelo juiz Sérgio Moro.

“O presidente estava ali para esclarecer os fatos e não para ficar respondendo perguntas repetidas”, disse Zanin ao ser questionado sobre o porque de Lula não ter respondido algumas perguntas e se isso era parte de uma estratégia, de não responder a Moro e tentar levar o processo para a Justiça Federal da quarta região de Porto Alegre.

“O ex-presidente respondeu a todas as perguntas que estavam no processo pelo qual depôs hoje”, disse Zanin. Ele falou também que orientou Lula a não responder perguntas sobre temas que não estavam no processo. Zanin também falou que Lula foi orientado a responder perguntas baseadas em documentos apócrifos, sem origem e adulterados e que pediu à Justiça à autenticidade dos tais documentos. (Francisco Carlos de Assis - francisco.assis@estadao.com)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos