Política
26/11/2021 11:45

Update coronavírus: Europa registra 1º caso de nova variante na Bélgica


Por Sofia Aguiar

São Paulo, 26/11/2021 - A Bélgica confirmou o primeiro caso da nova variante B.1.1.529 na Europa, de acordo com um dos principais virologistas do país. Com informações da CNBC, Marc Van Ranst, que trabalha com o Rega Institute for Medical Research, disse que uma amostra foi confirmada como a nova cepa em um viajante que voltou do Egito em 11 de novembro. O paciente apresentou os primeiros sintomas em 22 de novembro.

A variante foi detectada pela primeira vez em um pequeno número de amostras na África do Sul, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Também houve relatos nesta manhã de casos encontrados em Israel e Hong Kong.

Diante da tensão mundial sobre a disseminação da variante, a conselheira médica chefe da Agência de Saúde e Segurança do Reino Unido, Susan Hopkins, alertou que a cepa recém-identificada é a "mais preocupante que já vimos", com níveis de transmissão não registrados desde o início da pandemia. Hopkins disse à rádio BBC que algumas mutações não haviam sido vistas antes, então não se sabia como elas interagiriam com as outras, tornando-se a variante mais complexa até agora.

O laboratório alemão BioNTech, parceiro da Pfizer na produção de vacinas contra o coronavírus, informou hoje que espera ter, em até duas semanas, os primeiros resultados dos estudos que vão determinar se a nova variante da covid-19 identificada na África do Sul é capaz de escapar da proteção oferecida pelo imunizante.

Enquanto isso, a União Europeia (UE) decidiu não prorrogar o mecanismo de transparência e autorização de exportação das vacinas contra a doença, que expira em 31 de dezembro de 2021. Isto significa que, a partir de 1º de janeiro de 2022, os produtores de vacinas não terão mais de solicitar uma autorização para a exportação de vacinas fora do bloco europeu.

A Comissão Europeia declara que a transparência das exportações continuará a ser assegurada por meio de um novo mecanismo de monitoramento que fornecerá dados oportunos sobre as exportações de vacinas. Esta decisão faz parte dos esforços mais amplos da UE para facilitar a produção mais ampla e rápida e a distribuição equitativa dos imunizantes.

Contato: sofia.aguiar@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos