Política
21/07/2020 19:59

Advogados de Serra dizem que atuação de investigadores é 'ilegal, abusiva e acintosa'


São Paulo, 21/07/2020 - Os advogados Sepúlveda Pertence e Flávia Rahal, que defendem o senador José Serra (PSDB-SP), afirmaram nesta terça-feira (21), em nota, que é "ilegal, abusiva e acintosa a atuação dos órgãos de investigação (...), ao tratar de fatos antigos, para gerar investigações sigilosas e desconhecidas do senador e de sua defesa".

Pertence e Flávia afirmaram que Serra nunca teve a oportunidade de ser ouvido em investigação sobre suposto caixa dois na sua campanha ao Senado em 2014. De acordo com eles, nada justifica a realização de buscas e apreensões em endereços "já invadidos" pela Polícia Federal (PF) há poucos dias. Pertence e Flávia disseram que é uma "clara violação à separação dos Poderes".

Leia abaixo a íntegra do comunicado dos advogados do senador do PSDB de São Paulo:

"A defesa do senador José Serra registra sua absoluta estupefação diante da operação deflagrada pela Justiça Eleitoral na manhã de hoje. Nada justifica a realização de buscas e apreensões em endereços já invadidos pela mesma Polícia Federal há poucos dias e em clara violação à separação dos poderes. É ilegal, abusiva e acintosa a atuação dos órgãos de investigação no presente caso, ao tratar de fatos antigos, para gerar investigações sigilosas e desconhecidas do Senador e de sua Defesa e nas quais ele nunca teve a oportunidade de ser ouvido.

É lamentável a utilização de medidas midiáticas, em clara indicação do objetivo que as impulsionou, e em evidente violação do Estado de Direito.

Sepúlveda Pertence e Flávia Rahal"

(Equipe AE)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos