Política
09/10/2017 21:03

Em nota, J&F diz que cumpriu todas as exigências previstas em leniência


Brasília, 09/10/2017 - Por meio de assessoria de imprensa, a J&F afirmou que cumpriu "todas as exigências" feitas pelo Ministério Público Federal no âmbito do acordo de leniência. A Procuradoria da República no Distrito Federal abriu um procedimento para investigar se a J&F está descumprindo termos da leniência - espécie de delação premiada da pessoa jurídica.

A apuração dura um ano e pode levar ao aditamento ou, no limite, à rescisão do acordo. Enquanto o procedimento está aberto, os termos acertados no acordo continuam válidos. Em nota, a assessoria da holding informou que "não houve omissão ou qualquer uso indevido de informação privilegiada e foram seguidos estritamente os termos comprometidos".

"A J&F comprometeu-se a pagar a maior multa da história, de R$ 10,3 bilhões e mantém o firme propósito de cumprir tudo que foi determinado em seu acordo com o MPF homologado pela Justiça. Os colaboradores continuam à disposição para cooperar com a Justiça e atender as determinações do acordo", informa a nota da assessoria de imprensa.

O acordo de leniência foi assinado pela J&F com a Procuradoria da República no DF. O contrato prevê pagamento de R$ 10,3 bilhões em multa e ressarcimento pelos crimes cometidos e confessados aos investigadores. Do total, R$ 8 bilhões serão destinados a 'entidades e órgãos públicos lesados' pelos crimes cometidos em empresas ligadas ao grupo. O restante deve financiar projetos sociais. (Beatriz Bulla)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos