Política
12/03/2019 17:38

Advogado de Aécio diz que STF reconheceu 'excesso' de pedido do MPF e indeferiu 'grande parte'


Brasília, 12/03/2019 - Por meio de nota, o advogado do deputado Aécio Neves (PSDB-MG), Alberto Zacharias Toron, disse nesta terça-feira, 12, que "o STF (Supremo Tribunal Federal) reconheceu o excesso do pedido do MPF (Ministério Público Federal), indeferindo grande parte do bloqueio requerido".

A Primeira Turma do STF decidiu bloquear bens de Aécio e também da irmã dele, a jornalista Andrea Neves, no valor de R$ 1.686.600,00 para cada um deles. A medida está relacionada ao processo em que os irmãos foram denunciados e tornados réus por supostamente terem solicitado e recebido R$ 2 milhões em propina pagos por Joesley Batista, do grupo J&F, que controla a empresa JBS.

"Dois dos cinco ministros reconheceram o descabimento da medida, votando contra qualquer bloqueio. Registre-se ainda que o objeto da ação não envolveu dinheiro público tratando-se de uma relação entre privados. No mais, a defesa aguarda ter acesso ao inteiro teor do acórdão para, adotar as medidas cabíveis", disse Toron.

Procurada, a defesa de Andrea disse que só irá se manifestar nos autos. (Breno Pires)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos