Política
09/10/2018 20:57

Bolsonaro reedita expressão de Collor e diz que 'vai acabar com fábrica de marajás'


Rio, 09/10/2018 - O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) disse que, se for eleito, "vai acabar com a fábrica de marajás" de servidores públicos, um mote usado também pelo ex-presidente Fernando Collor. A afirmação foi feita, nesta terça-feira, 9, após o candidato ser questionado sobre quais ajustes faria na reforma da previdência.

"Tem muitos locais no Brasil que o servidor público tem um salário X e tem um cargo de comissão que, depois de oito e dez anos, ele incorpora (no salário) o cargo de comissão. Vamos acabar com essa fabrica de marajás. Vamos fazer uma reforma da previdência justa", disse.

Bolsonaro afirmou também que, se eleito, vai procurar a equipe do governo de Michel Temer que trata do assunto e fazer a sua proposta "já para o corrente ano". "Ainda não conversei com o Temer. Sendo eleito, buscarei com a nossa equipe a equipe dele para fazer a transição", afirmou. (Constança Rezende)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos