PR Newswire Economia
28/07/2020 14:40

Ryan Ding da Huawei: soltar o potencial de rede, inspirar o crescimento dos negócios


Ryan Ding da Huawei: soltar o potencial de rede, inspirar o crescimento dos negócios

PR Newswire


SHENZHEN, China, 28 de julho de 2020 /PRNewswire/ -- O diretor-executivo da Huawei e presidente da Carrier BG, Ryan Ding, fez hoje um importante discurso na Better World Summit 2020. Segundo Ding, como a crise da COVID-19 continua globalmente, as operadoras precisam estar preparadas em quatro áreas de construção de rede e desenvolvimento de negócios para rapidamente soltar o potencial da rede e inspirar o crescimento dos negócios.


1. Operadoras precisam maximizar o valor das redes existentes. Elas devem aproveitar o máximo de suas redes e rapidamente expandir sua capacidade com o uso de software ou acrescentando placas ou substituindo RRUs. Isto pode ajudá-las a responder ao altíssimo tráfego de dados durante a pandemia e aperfeiçoar o custo total de propriedade (TCO, em inglês) da locação.


2. Operadoras devem focar na experiência de usuário e construir as melhores redes 5G. A melhor experiência de rede traz o maior sucesso comercial. Na Coréia do Sul, por exemplo, as operadoras estão vendo ganhos lucrativos com a construção das melhores redes 5G e oferecendo as melhores experiências aos usuários. A Huawei continuará a ajudar as operadoras a fornecerem a melhor experiência de usuário possível e a rapidamente monetizarem suas capacidades de rede 5G.


3. Operadoras devem acelerar a comercialização de 5G no setor B2B para mais oportunidades de negócios. A 5G está entrando em uma nova fase de desenvolvimento, e o mercado B2B é fundamental para o sucesso comercial das operadoras. As operadoras precisam escolher os setores certos e construir novas capacidades 5G visando o B2B. Elas também precisam lutar por padrões industriais unificados para acelerar a adoção da 5G em escala no B2B.

  • Para ter êxito no B2B, a escolha dos setores corretos é crucial. Linhas particulares se tornaram um caso de uso de ganhos rápidos para 5G no B2B, com mais de 15 operadoras possuindo serviços de linhas particulares de 5G. As operadoras podem considerar três fatores quanto à da decisão sobre em que setores focar: atratividade do setor, viabilidade comercial e viabilidade técnica.  A Huawei sugere que, neste momento, as operadoras devem focar em mineração, ferro, portos e indústrias petrolíferas ? quando desenvolvendo 5G no B2B.
  • Operadoras precisam elaborar o planejamento, construção, manutenção, otimização e capacidades operacionais da rede 5G para o B2B. Por exemplo, elas precisam melhorar seu planejamento de capacidade de rede que visam os diferentes ambientes de produção das indústrias e oferecer produtos e soluções que atendam as exigências do setor. Além disso, elas precisam desenvolver plataformas de serviços e de habilitação de ecossistema, oferecer produtos e serviços padronizados e construir modelos viáveis de negócios.  
  • Operadoras precisam lutar por padrões industriais unificados. Padrões industriais unificados são a base para o desenvolvimento de larga escala da 5G no B2B. A colaboração intersetorial está bem avançada. Muitas indústrias, como a da mineração e a do ferro, começaram a comunicar padrões da indústria através de tais esforços, a exemplo da publicação de trabalhos (white papers) do setor, estabelecendo alianças de ecossistema e participando da discussão dos padrões.

4. Operadoras precisam construir redes de destino voltadas ao futuro. O setor de telecomunicações precisa pensar muito sobre como suas redes podem ser adaptadas às necessidades em constante mudança dos indivíduos, famílias e empresas, bem como deve apoiar o desenvolvimento da economia digital. A Huawei continuará ajudando as operadoras a criar redes de destino voltadas ao futuro para apoiar a continuidade de seu sucesso.


Entre os outros palestrantes da sessão de hoje estavam Liang Baojun, vice-presidente sênior da China Unicom, Liu Jian, gerente-geral do Departamento de Serviços Governamentais e Empresariais da China Mobile, Choi Yoon Ho, vice-presidente de serviços AR/VR da LG U+, Phil Kendall, diretor-executivo da Strategy Analytics e Peng Honghua, presidente da linha de produtos 5G da Huawei.


Para outras informações sobre a Better World Summit 2020, clique aqui.


-Fim-


Sobre a Huawei


A Huawei é uma provedora líder global de infraestrutura e dispositivos inteligentes de tecnologia da informação e comunicações (TIC). Com soluções integradas em quatro domínios essenciais ? telecomunicações, redes, TI, dispositivos inteligentes e serviços de nuvem ? estamos empenhados em levar serviços digitais para todas as pessoas, lares e organizações, para um mundo totalmente conectado e inteligente. O portfólio ponto a ponto de produtos, soluções e serviços da Huawei é tanto competitivo como seguro. Através da colaboração aberta com parceiros do ecossistema, nós criamos valor duradouro para nossos clientes, trabalhando para capacitar pessoas, enriquecer a vida doméstica e inspirar a inovação em organizações de todos os modelos e tamanhos. Na Huawei, a inovação foca nas necessidades dos clientes. Nós investimos pesadamente em pesquisa básica, concentrando em ineditismos tecnológicos que levam o mundo para frente. Temos 194.000 empregados e operamos em mais de 170 países e regiões. Fundada em 1987, a Huawei é uma empresa privada de inteira propriedade de seus funcionários. Para mais informações, visite a Huawei online em www.huawei.com ou siga-nos no:


http://www.linkedin.com/company/Huawei
http://www.twitter.com/Huawei
http://www.facebook.com/Huawei
http://www.google.com/+Huawei
http://www.youtube.com/Huawei


Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1220432/Ryan_Ding_delivers_a_keynote_speech.jpg   


FONTE Huawei

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos