PR Newswire Economia
19/10/2017 14:30

Mais de 500.000 trabalhadores dos Correios nos Estados Unidos demonstram solidariedade com as r


Mais de 500.000 trabalhadores dos Correios nos Estados Unidos demonstram solidariedade com as reclamações dos funcionários dos Correios brasileiros e Postalis contra BNY Mellon

PR Newswire

WASHINGTON, 19 de outubro de 2017 /PRNewswire/ -- A Association of Letter Carriers, American Postal Workers Union e National Postal Mail Handlers Unions, que representam os trabalhadores do serviço de Correios dos Estados Unidos, juntaram-se em solidariedade com os trabalhadores dos Correios do Brasil, que parecem ter sido vítimas de fraude e má conduta do BNY Mellon Bank DTVM. Postalis, o fundo de pensão dos trabalhadores dos Correios do Brasil é representado pelo Escritório Jurídico de Bart S. Fisher.

U.S. Postal Unions Letter to Attorney General of New York

Recentemente foram publicadas três cartas consecutivas dos Presidentes dos Sindicatos dirigidas ao escritório central da Organização para Cooperação Econômica e Desenvolvimento (OCDE) no Brasil, ao contato da OCDE no Departamento de Estado dos EUA e ao Procurador-Geral do Estado de Nova York, Eric Schneiderman.

Em uma declaração conjunta, os Presidentes dos Sindicatos afirmaram:

"Escrevemos como representantes de cerca de 500.000 trabalhadores do Serviço Postal dos EUA. Escrevemos em solidariedade a mais de 115.000 trabalhadores postais do Brasil, que parecem ter sido vítimas de fraude e má conduta pelo BNY Mellon Bank DTVM. Estes colegas brasileiros, que pertencem a sindicatos afiliados, assim como os nossos sindicatos, ao UNI Global Union, nossa federação de sindicatos, nos procuraram em busca de assistência. Escrevemos a vocês em nome deles.

"O fundo de previdência dos trabalhadores brasileiros, Postalis Instituto de Previdência Complementar ("Postalis"), moveu uma ação judicial contra a BNY Mellon DTVM, afiliada da BNY Mellon de Nova York, alegando séria fraude que causou perdas de cerca de US$1,5 bilhão entre 2011 e 2015. A ação também acusa a subsidiária da DTVM de sobrecarregar o fundo de previdência com despesas excessivas, cobranças excessivas de taxas, e de violar quatro princípios fundamentais das Diretrizes da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) para Empresas Multinacionais, que se aplicam à BNY Mellon e demais empresas nos EUA.

"Postalis também é representado por advogados nos EUA (Bart S. Fisher do escritório de advocacia Bart S. Fisher de Washington, D.C.). Escrevemos para solicitar encarecidamente sua atenção a este caso, e que se reúna com o Sr. Fisher e seus clientes brasileiros sobre este assunto quando estiverem em Washington no fim deste mês. Como deixa claro este relatório da Bloomberg Businessweek, a fraude no Postalis é o ponto central de um dos piores escândalos de fundos de previdência da história: (http://www.pionline.com/article/20160906/ONLINE/160909929/brazils-biggest-pension-funds-targeted-in-new-fraud-probe).

"Caso sejam provadas, as ações da BNY Mellon em relação ao Postalis mancharão seriamente a reputação da indústria de serviços financeiros dos EUA, e causarão sérios danos à economia global caso os responsáveis não sejam punidos. Solicitamos encarecidamente que se reúna com o Sr. Fisher, e que dê continuidade às suas solicitações de forma contundente."

PDF - http://mma.prnewswire.com/media/586973/Bart_S_Fisher_US_Postal_letter_Att_Gen_PORT.pdf 
PDF - http://mma.prnewswire.com/media/586974/Bart_S_Fisher_US_Postal_letter_OECD_US_PORT.pdf 
PDF - http://mma.prnewswire.com/media/586975/Bart_S_Fisher_US_Postal_letter_OECD_Brazil_PORT.pdf  

U.S. Postal Unions Letter to OECD - U.S. State Dept

U.S. Postal Unions Letter to OECD - Brazil

FONTE Law Office of Bart S. Fisher

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos