PR Newswire Esportes
16/09/2021 20:17

CGTN: fervor da China pelos esportes continua com abertura das "mini-Olimpíadas"


CGTN: fervor da China pelos esportes continua com abertura das "mini-Olimpíadas"

PR Newswire


BEIJING, 16 de setembro de 2021 /PRNewswire/ -- A paixão pelos esportes na China atingiu um novo patamar na quarta-feira à noite, quando o evento multiesportivo mais importante do país começou em Xi'an, capital da província de Shaanxi, no noroeste da China.


"Declaro abertos os 14º Jogos Nacionais da República Popular da China", anunciou o presidente chinês, Xi Jinping, na cerimônia de abertura dos Jogos Quadrienais, apelidados de "mini-Olimpíadas da China".


O evento acontece em meio a um calendário esportivo nacional movimentado. Nas Olimpíadas de Tóquio, de julho a agosto, a China ganhou 38 medalhas de ouro, 32 de prata e 18 de bronze, igualando sua conquista de medalhas de ouro a Londres, em 2012, seu melhor desempenho em uma Olimpíada no exterior. Foi o país a conquistar mais medalhas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, que terminaram no início deste mês, com 207 medalhas (96 de ouro, 60 de prata e 51 de bronze).


Além disso, Beijing sediará os Jogos Olímpicos de Inverno em fevereiro do próximo ano e se tornará a primeira cidade a sediar tanto as Olimpíadas de verão quanto de inverno.


"Verdadeiro campeão"


Iniciados em 1959, os Jogos Nacionais são a gala esportiva de maior prestígio na China. Sob o tema "jogos para todos, juntos em pensamento e ação", os 14º Jogos Nacionais contam com um total de 54 esportes e 595 eventos esportivos, dos quais 35 esportes e 410 eventos esportivos são para atletas de elite, com os restantes sendo para competições esportivas de massa.


Mais de 12 mil atletas representando as províncias, municípios e regiões autônomas da China, as regiões administrativas especiais de Hong Kong e Macau, o Corpo de Produção e Construção de Xinjiang e associações esportivas específicas competirão nos Jogos, que se realizarão até 27 de setembro.


Foi a terceira vez que o Presidente Xi participou da cerimônia de abertura dos Jogos desde que se tornou presidente da China em 2013.


Um fã entusiasta dos esportes, ele se interessa por vários esportes, como futebol, vôlei e natação. Xi colocou os esportes em alta em sua agenda durante suas atividades no país e no exterior. Ele visitou os locais destinados às Olimpíadas de Inverno de Beijing de 2022, reuniu-se com representantes da equipe chinesa de vôlei feminino, participou da cerimônia de abertura das Olimpíadas de Inverno de Sochi 2014 e assistiu a uma partida de futebol juvenil na Alemanha. 


Também conversou com as principais autoridades esportivas do mundo, como Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI); com Gianni Infantino, presidente da Federação Internacional de Futebol (FIFA); e com Horacio Muratore, presidente da Federação Internacional de Basquete (FIBA).


"O Presidente Xi é um verdadeiro campeão, e quero dar a ele um conjunto de medalhas porque ele tem uma visão clara sobre o importante papel dos esportes na sociedade e a importância dos esportes para a educação dos jovens. Então, com respeito a isso, ele é o verdadeiro campeão olímpico para a juventude", disse Bach aos repórteres quando Xi fez uma visita à sede do COI em Lausanne, na Suíça, em 2017.


Potência esportiva


Desde que ganhou sua primeira medalha de ouro olímpica em 1984, a China progrediu de forma notável nos esportes, não apenas em competições, mas entre centenas de milhões de chineses comuns.


Os principais eventos esportivos internacionais, incluindo os Jogos Asiáticos de Beijing de 1990, os Jogos Olímpicos de Beijing de 2008 e os Campeonatos Mundiais de Atletismo de 2015, impulsionaram muito o fervor esportivo entre o público, assim como o desenvolvimento de ligas esportivas profissionais na China.


Em muitas ocasiões, o Presidente Xi expôs seus conhecimentos sobre esportes e assumiu a liderança nos esforços para transformar o país em uma potência esportiva, um objetivo que descreveu como parte do sonho chinês de rejuvenescimento nacional.


"Os esportes são um indicador importante de desenvolvimento social e de progresso humano e uma importante manifestação da força nacional geral e do civismo", disse ele ao se reunir com Bach, presidente do COI em Nanjing em 2014.


Durante sua reunião com o presidente da FIBA, Muratore, em 2019, Xi disse que os esportes são uma parte importante da prosperidade da China e da vida saudável e feliz do povo, observando que a China está se tornando um país líder nos esportes.


Depois que Beijing ganhou a competição para sediar as Olimpíadas de Inverno de 2022, Xi pediu esforços para envolver mais de 300 milhões de pessoas nos esportes de inverno em todo o país.


Os Jogos Nacionais e as próximas Olimpíadas de Inverno deverão se tornar novos marcos na jornada da China para se transformar em uma potência esportiva global completa.


https://news.cgtn.com/news/2021-09-16/China-s-fervor-for-sports-continues-with-opening-of-mini-Olympics--13AThvbuswM/index.html 


Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=g73idx3u5B8


FONTE CGTN

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos