PR Newswire Internacional
26/02/2019 06:22

Sócios da Cryopraxis, Simone e Eduardo Cruz investem em pesquisa de biotecnologia em folha de tabaco


Sócios da Cryopraxis, Simone e Eduardo Cruz investem em pesquisa de biotecnologia em folha de tabaco

PR Newswire

RIO DE JANEIRO, 26 de fevereiro de 2019 /PRNewswire/ -- Você sabia que a folha do tabaco pode ser utilizada na indústria da biotecnologia? É isso que está sendo preparado dentro de um laboratório que está em construção na cidade do Rio de Janeiro. Tal iniciativa conta com o apoio de algumas instituições e empresas. Uma delas é a Cryopraxis.

"Durante a nossa trajetória, tivemos como resultado uma grande política de inovação no Brasil, investindo no que há de mais avançado em ciência e tecnologia para oferecer o melhor em coleta e armazenamento. Agora, desenvolvemos esse trabalho com a finalidade de produzir medicamentos biológicos para o tratamento de doenças raras. Acreditamos que ele virá a ser mais um passo na construção dessa história de fomento e perpetuação que sempre valorizamos" ? orgulham-se os sócios da Cryopraxis.

De acordo com Simone Cruz, o projeto em questão se dá através da joint venture PlantPraxis, estabelecida entre a PharmaPraxis e a canadense PlantForm, e produzirá a versão biossimilar do anticorpo monoclonal adalimumabe (Humira), um biofármaco usado para doenças inflamatórias autoimunes como a doença de Chron e a artrite reumatóide. A pesquisa trará para o Brasil conhecimentos através de transferência de tecnologia e também a implantação de uma fábrica que utilizará as folhas do tabaco como verdadeiras usinas altamente eficientes na produção de medicamentos biológicos e em particular para doenças raras.

"A tecnologia de produção de medicamentos em vegetais é algo novo mas que já foi provado eficiente e seguro. Já existem, por exemplo, vacinas sendo produzidas em tabaco através da engenharia genética. Temos a certeza de que esse projeto está em linha com outros projetos também patrocinados pela Cryopraxis, pois assim como existem medicamentos biológicos para tratar doenças raras, também existem pesquisas de uso de células tronco com esse objetivo. Ou seja, existe complementariedade nesse setor ? explica Eduardo Cruz, um dos sócios da Cryopraxis.

A Cryopraxis é o primeiro centro de processamento celular dedicado a coleta e armazenamento de células tronco proveniente do sangue de cordão umbilical. Atuando desde de 2001, ocupa a liderança absoluta de seu segmento. Ao todo, foram armazenadas mais de 90 mil unidades de sangue de cordão umbilical, de acordo com dados da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) até 2013 no país. Sozinha, a Cryopraxis chegou em 2015 com aproximadamente 40 mil amostras.

www.cryopraxis.com.br

Contato: (21) 9.9575-8725

FONTE Cryopraxis

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos